Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 20

ImprimirA Importância da Vitrine

Avalie: 12345

Aliada incondicional dos salões dá suporte para o seu negócio e pode significar rentabilidade.

Comparar a vitrine de um salão com uma cidade viva e movimentada como Nova York. Não existe exemplo melhor de comparação, essa cidade efervescente e cosmopolita, que recebe tantas raças diferentes provenientes de todos os lugares mais distantes do planeta. É composta por inúmeros códigos, línguas, ícones e setores, que no final se entrelaçam e se completam. E neste núcleo são gerados pequenos e grandes negócios, chegando a ser a capital do mundo financeiro e sem dúvida a referência e a janela de cada nascimento artístico, cultural e social. Assim, também, é nossa vitrine, uma grande janela que se torna referência em nosso negócio. Sinônimo de imagem e movimento. Desde que seja bem compreendida e desenvolvida pode chegar a ser a melhor aliada do seu negócio. Caso contrário, se for abandonada toda a sua luz pode se transformar em uma silenciosa e adormecida obscuridade. Na seqüência faremos um simples exercício para ajudá-lo a refletir sobre o tema.

Observe a vitrine do seu salão e responda:

Quando foi a última vez que você trocou a posição de seus produtos?

Os rótulos, estão desgastados pelo sol ou pela longa exposição?

Você ocupa a vitrine para guardar artigos que não correspondam à sua finalidade?

Bem, se você tem interesse em melhorar a funcionalidade desta ferramenta no seu salão, aqui daremos algumas sugestões, que esperamos ajudem a potencializar este indispensável suporte do seu negócio.

1. Os produtos devem estar sempre ao alcance dos clientes.
2. Os mais solicitados devem ser posicionados de modo que fiquem na linha de visão de seus clientes.
3. Exponha apenas produtos profissionais, com venda exclusiva para salões.
4. O preço deve ser o sugerido e negociado com o laboratório correspondente.
5. Não exponha caixas com cores que correspondam à venda massiva.
6. Crie ambientes segundo a temporada, por exemplo: estações do ano, festas locais, Natal, Ano Novo etc.
7. Alterne a posição dos produtos, pelo menos a cada 15 dias.
8. No caso de produtos que não tenham uma boa resposta, faça uma promoção em um espaço de destaque, com uma porcentagem especial de desconto.
9. Estimule sua equipe oferecendo uma porcentagem das vendas dos produtos. (pode ser de aproximadamente 5%)
10. Ofereça um prêmio mensal ao funcionário que realize a venda da maior unidade dos produtos. (por um mínimo de 10 unidades)
11. Para facilitar as vendas, solicite aos representantes dos produtos, apoio com folhetos.
12. Realize um evento a cada dois meses em datas importantes, como: o Dia das Mães, o Dia da Secretária etc. Para a realização desses eventos peça aos laborátorios, amostras, convites ou prêmios para sortear entre as clientes e os funcionários.
13. Todos os produtos devem estar com os preços. Caso a vitrine esteja localizada na parte interna do salão, deve estar facilmente visível pelos clientes e fora do alcance de crianças ou pessoas mal intencionadas.
14. Para facilitar o controle do estoque é, recomendável, que se adquiram três embalagens por produto.
15. A revenda pode significar uma boa rentabilidade.
16. É recomendável não expor mais de três linhas de produtos, em seu salão. Lembre-se, seu negócio é um salão e não um bazar de venda.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se