Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 23

ImprimirAuxiliar: o braço direito do cabeleireiro

Avalie: 12345

O profissional deve estar atento e reconhecer as habilidades de seu assistente para conquistar a confiança e ganhar um aliado no dia-a-dia do salão de beleza
O que seria de um médico cirurgião sem a ajuda de sua equipe de enfermeiros e auxiliares? Com certeza, ele ficaria perdido ou até impossibilitado de exercer seu cargo com eficiência, pois é como estar sem um braço. Esse comparativo serve também para os profissionais cabeleireiros, que não conseguem mais desempenhar seu trabalho sem a cooperação dos assistentes ou auxiliares. Dentro de um salão de beleza, todos os profissionais são importantes, mas costumo dizer que os auxiliares dos cabeleireiros são essenciais. Até porque, possivelmente, no futuro, eles serão grandes cabeleireiros.

Quando converso com grandes nomes do mundo hairdressing e os mesmos lembram com orgulho que um dia começaram a carreira como auxiliares, fico muito feliz, porque demonstra que esses hairstylists dão à devida importância àqueles que são seus braços dentro de um salão.

Há alguns anos tenho pensado em criar uma escola específica para auxiliares e assistentes, com o objetivo de torná-los preparados para o mercado. Hoje, quando eles iniciam em um salão de beleza, muitas vezes são judiados, pois fazem trabalhos que não são voltados para o aprendizado do ofício cabeleireiro. Limpam chão, abrem grampos ou servem café, tudo porque o profissional não se sente seguro em passar serviço para o auxiliar. Entendo! Até porque o cliente é dele e não pode passar mesmo, pois primeiramente o auxiliar precisa de aprendizado.

Os cabeleireiros tops que enxergam em seus auxiliares um futuro promissor, conseguem confiança e ganham grandes amigos. Conheço algumas ajudantes, atualmente chamadas de escovistas e que estão com o mesmo profissional há mais de 30 anos. Preferem continuar escovistas auxiliares a buscarem um novo desafio. Não acredito que seja comodismo, mas sim prazer e confiança no que fazem, pontos fundamentais para o crescimento profissional.

Por isso que eu sempre pergunto se os proprietários de salões fazem reuniões periódicas com todos os funcionários, incluindo auxiliares, recepcionista, manicures. Muitas vezes eles esquecem que essas pessoas são de suma importância. Quando bem treinado, é o auxiliar que recepciona a cliente, mostra o salão, lava os cabelos da cliente. Geralmente ele está sempre ao lado do cabeleireiro.

No Brasil, existem cerca de 400 mil salões de beleza, que geram milhares de empregos diretos e indiretos. Agora imagine dentro deste número quantos auxiliares estão empregados. Não dá para mensurar. Por isso que é importante os cabeleireiros darem o devido valor aos seus ajudantes, porque eles se espelham naqueles que podem ser grandes professores na arte do ofício de cabeleireiro. O profissional precisa ter orgulho quando vê seu auxiliar crescendo e se desenvolvendo. Ele terá para sempre um amigo.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se