Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 44

ImprimirBarba, cabelo e bigode!

Avalie: 12345

barbas (4)O rosto barbado está novamente na moda. Saiba como combinar o estilo dos seus clientes a essa tendência

texto: Eder Garrido | fotos: divulgação

Depois de desaparecer nos anos 1990, período em que a moda pedia um rosto angelical e lisinho, a barba voltou em 2011 como um complemento da beleza masculina. Além de fazer parte do visual de galãs como Brad Pitt, Hugh Jackman, Johnny Depp e Russell Crowe, uma pesquisa feita por  universidades italianas e divulgada pelo site Informa World comprovou que homens de barbas curtas são considerados mais confiáveis. Ou seja: ter barba é um negócio e tanto!

Ao longo da história, a barba sempre foi um símbolo forte. Na Grécia antiga, os pensadores cultivavam-na como um sinal de inteligência e intelectualidade. Em Roma, ela denotava criatividade, importância política e potência sexual. Na França do final do século 19, sua ausência levantava dúvidas quanto à virilidade de um homem.

Mbarbas (5)as, para se adequar à moda, não adianta sugerir que seus clientes deixem os fios crescerem e saiam como se tivessem sido resgatados de um naufrágio. Como tudo na vida, a beleza exige cuidados. “Por deixarem a impressão de um visual maduro, barbas aparadas são adotadas por homens tradicionais e jovens que exercem cargos de liderança. Já as desenhadas caracterizam ousadia e modernidade”, diz Fernando Albuquerque, do salão carioca Red Salon Homem.

Além de embelezar, pelos no rosto podem servir como truque de beleza, disfarçando ou salientando características. A barba cheia, por exemplo, serve de “disfarce” para lábios superiores muito grossos e ameniza rostos finos e longos. Já o cavanhaque sem costeletas é aposta certa para suavizar faces angulosas. Rostos quadrados beneficiam-se de laterais curtas e queixo cheio, enquanto os ovalados ficam bem com qualquer estilo.

barbas (1)E aqueles homens cujos pelos nascem falhados? O problema, segundo Fabiana Lucena, cabeleireira do salão Asahi Hair, pode ser causado por oleosidade, carência de vitaminas ou hereditariedade. “O mais aconselhável é procurar um dermatologista”, diz. Caso as falhas não sejam gritantes, é possível dar um acabamento curto e desenhar os pelos ou disfarçar a área com um delineador para olhos.

Quem já passou dos 40 anos pode aderir à tendência, mas deve ficar atento à manutenção e à imagem que deseja ser transmitida. “Barba branca envelhece, por isso, vale observar o comprimento adequado”, recomenda Roberto Mesones, da rede espanhola Passaró Hombre. Cobrir os pelos com colorações capilares é sinônimo de problema. Além de ocasionar alergias e coceiras, o aspecto falso tira qualquer vestígio de beleza do look, pois os fios do rosto crescem mais depressa do que o cabelo.

Em dia com a tendência
O passo a passo do barbear vale mesmo para quem não faz a barba toda, preferindo adotar desenhos no rosto. Umedecer a pele com água morna ou cobri-la por alguns segundos com uma toalha quente são procedimentos que abrem os poros e indicados principal-mente se os pelos estiverem curtos. A próxima etapa é passar uma camada grossa de gel ou espuma de barbear. Nunca opte por sabonete, cujo único resultado é deixar a pele ressecada.

barbas (2)Uma barba bem-feita começa com a adequação do profissional ao equipamento: navalha ou aparelho de barbear. Há quem prefira os aparelhos elétricos, como Roberto. “Aparamos os pelos de modo a deixá-los com 0,1 a 0,5 cm. Por isso, antes do corte, é importante observar a densidade do fio, para uma área não ficar mais curta do que a outra.” A remoção deve ser feita de maneira suave, começando pelas costeletas e seguindo o crescimento natural, geralmente de cima para baixo. E lembre-se: quanto mais você esticar a pele, mais rente será o barbear.

Na garganta, o ângulo da lâmina precisa mudar: os movimentos devem ser ascendentes, em direção ao queixo. “O o risco de cortar a pele é maior. Não tenha pressa e não passe a lâmina muito rapidamente”, recomenda Fabiana.

barbas (3)Raspe o queixo cuidadosamente e certifique-se de que nenhum pelo foi deixado para trás. Depois, puxe o lábio superior para baixo e passe a lâmina também para baixo, longe do nariz. Durante o processo, lave a lâmina a cada duas ou três vezes e não repasse o fio de corte repetidas vezes no rosto, pois isso pode causar irritações.

Serviço terminado, é hora de “acalmar” a pele. Recorra à famosa loção pós-barba ou a cremes que tenham na fórmula azuleno e camomila, ingredientes com propriedades anti-inflamatórias. “Além de fechar os poros, esses produtos hidratam a pele. Para evitar alergias busque cosméticos sem álcool”, aconselha Fernando.

No dia a dia, é preciso ter mais um cuidado: a limpeza dos fios com um sabonete neutro. Oleosidade
e as partículas presentes no ar deixam a barba suja e com um aspecto desagradável. E aí, nada feito.

Barba ok, recomendações dadas, mas... E o bigode? O estilo famoso cultuado pelo ator Tom Selleck (lembra-se do filme Três Solteirões e um Bebê?) ainda tem adeptos. Vide Johnny Depp, que, quando rendido a ele, fica com uma aparência mais séria. Segredo no cuidado não tem. É mantê-lo limpo e aparado sempre.

Confira também:

Sobrancelha Masculina - Como “fazer” a sobrancelha masculina

Galeria de fotos:

  • Desire | Raffel Pages
  • Brad Pitt
  •  Russell Crowe
  • Tom Selleck
  • Hugh Jackman
  • Johnny Depp
  • Look de Passaró Hombre para o BSG World Festival 2010

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se