Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 44

ImprimirBeleza alinhada

Avalie: 12345

sobrancelha_iraquiana (1)A técnica oriental de design de sobrancelhas é uma excelente alternativa para quem não se adapta aos métodos que usam cera

texto: Rebeca Alcoba | fotos: divulgação e Arnaldo Bento

Iraquiana, egípcia, indiana... As inspirações vêm de países estrangeiros, mas é no Brasil que a depilação de sobrancelhas feita com linha está fazendo sucesso. Ela se popularizou em 2009 e hoje tem espaço fixo no cardápio de serviços dos salões de beleza. Mais do que do gosto pessoal, muitos clientes se submetem ao procedimento para evitar processos alérgicos causados por outros métodos. “A técnica arranca os fios por tração e, por isso, não utiliza nenhum ativo químico”, aponta a dermatologista Christiana Blattner, da clínica Dermatolaser.

O material utilizado é reduzido: basta uma linha 100% de algodão, que deve ser descartada a cada uso. O serviço oferece a mesma precisão dos outros, mas para evitar acidentes exige que o profissional tenha firmeza nas mãos. “Uma passada errada com a linha pode machucar o rosto do cliente”, diz Adriana Alves, especialista em depilação iraquiana do Salão da Praia, no Rio de Janeiro. O único inconveniente é a dor, similar à causada pela pinça. “O procedimento é mais dolorido que os outros. A cera quente faz uma dilatação do folículo que acaba disfarçando a dor, e o método com linha simplesmente arranca o fio”, afirma Christiana.

sobrancelha_iraquiana (2)Quando o problema é desenhar as sobrancelhas corretamente, a designer de interiores Carolina Gomes do Lago, de 20 anos, tem experiência. “Sempre que tiro os pelos, a testa e a região das sobrancelhas ficam vermelhas e com bolinhas que parecem espinhas. Depois de uma semana e meia, elas começam a sumir”, revela. Christiana considera essa reação uma alergia causada pela cera, já que o produto tem em sua fórmula compostos como lanolina, silicone e fragrâncias.

Mas, no caso de Carolina, o problema vai além, porque a intervenção feita com pinças causa o mesmo incômodo. “O processo é mais irritativo do que alérgico, pois o trauma de puxar os pelos leva a uma inflamação aguda do folículo, que gera coceira”, explica a dermatologista.

Antes de desistir e deixar as sobrancelhas virarem “taturanas”, vale a pena investir em uma sessão de design com linha. O serviço extrai em torno de 90% dos pelos, inclusive as penugens, e ajuda a desencravá-los. Além disso, permite um espaço maior entre as sessões, o que equilibra o custo maior delas, em média R$ 40,00. “O intervalo das sessões varia de acordo com a espessura do pelo.

sobrancelha_iraquiana (3)Mas, quando realizado de 30 a 40 dias, diminui progressivamente o número de pelos”, ressalta Flor Lopes, depiladora do Espaço Be. Como cada pele possui características únicas, inflamação ou descamação constante devem ser observados por um dermatologista antes da aplicação com linha. Em casos muito avançados de foliculite ou seborreia, até esse método pode agravar a situação. Para essas situações, há tratamentos à base de sabonetes ou cremes.

Galeria de fotos:

  • Sobrancelha iraquiana
  • Sobrancelha iraquiana
  • Sobrancelha iraquiana

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se