Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 46

ImprimirBrancos, sim! Mas com glamour

Avalie: 12345

cabelos_brancos (2)A ideia de que os cabelos brancos significam idade avançada ou desleixo ficou para trás. Hoje, eles são sinônimos de segurança e poder!

texto: Eder Garrido | fotos: divulgação e Clive Arrowsmith

Na pele de Miranda Priestly, editora da revista Runway, a atriz norte-americana Meryl Streep viveu um dos momentos mais marcantes de sua carreira. É impossível esquecer seu ar arrogante, suas atitudes que fariam enlouquecer a mais tolerante das criaturas e (há que se admitir) seu estilo deslumbrante. Sempre com roupas impecáveis, ela ficou na memória de quem assistiu ao filme O Diabo Veste Prada por outro detalhe: seus cabelos curtos e grisalhos, que lhe conferiam uma aparência marcante, decidida e poderosa.

Como as artistas servem para popularizar tendências, nesse caso não foi diferente. Inspiradas em Miranda, muitas mulheres assumiram os cabelos brancos e passaram a se sentir mais felizes com esse sinal do passar dos anos.

A transformação no olhar da sociedade também ajudou a modificação de postura, aliada ao tempo reduzido para a manutenção dos fios coloridos. “Com a mudança de valores, os fios brancos deixaram de significar velhice. Agora, eles são sinônimos de segurança e atitude”, explica Ricardo Moreno, coordenador da Intercoiffure Brasil.

Miguel Estelrich, diretor-técnico do ICD Brasil, também gosta dos cabelos brancos, mas alerta que
existem cuidados para que eles não “sabotem” o visual. “Os fios precisam estar com o corte em dia, escovados e finalizados. A ideia é cultivá-los de forma moderna, e não envelhecida”, diz. Inclua no “pacote” uma bela maquiagem e roupas alinhadas.

Na Europa, as mulheres costumam agendar visitas mais espaçadas aos salões de beleza, por isso
assumem os fios brancos sem problemas. Em uma viagem recente à França, Miguel afirma ter fotografado várias mulheres grisalhas nas ruas. “Em bases 7 ou 8, o contraste é bem menor e o efeito é agradável”, diz Ivaldo Lima, proprietário do Stylo Hair.

Então, por que as brasileiras ainda não se renderam ao estilo? Os profissionais acreditam na teoria do apego. As clientes são conectadas aos cabelos, o que é evidenciado pelos altos investimentos feitos em corte e manutenção. E mais: nossas mulheres são extremamente ligadas à juventude. Logo, n  Brasil, a moda “branca” está longe de pegar.

Ricardo entende essa posição, mas se mostra a favor do estilo. “A massificação não combina com a proposta dos cabelos brancos”. Para ele, o importante é assumi-los, não criá-los. “Assim, podemos ver mulheres adotando o visual de maneira espaçada, não como uma febre, um modismo.”

cabelos_brancos (1)Cuidados claros e cristalinos
O branco natural possui uma aparência diferente, causada pela ausência de melanina. Vale citar que a falta desse pigmento não está restrita somente a pessoas com mais idade, pois não são raros os casos de adolescentes com fios brancos. Nesse caso, entra em cena o fator genético. Mesmo assim, não há uma regra, e cada organismo tem um tempo próprio para parar de produzir a melanina.

Um dos maiores problemas causados pelos cabelos brancos é adquirir um desagradável tom amarelado. Isso acontece porque, ao embranquecer, a textura do fio pode mudar por uma “compensação” automática feita pelo organismo. Ao parar de produzir melanina, ele a substitui por camadas extras de queratina, mudando o tom e deixando as madeixas mais ásperas e difíceis de domar. Escova e chapinha podem agravar o problema, aliadas aos corantes presentes em sabonetes, xampus e condicionadores, outras possíveis fontes de manchas.

A solução, por sorte, não é difícil. Atualmente, estão disponíveis no mercado produtos específicos para resgatar o tom original. Hidratações também são indispensáveis. Como o cabelo não fica branco por inteiro, uma solução para “driblar” a má aparência é utilizar um equalizador sem amônia. Trata-se de uma matização que fornece uma pigmentação aos fios sem colori-los, dando profundidade sem mudar sua estrutura capilar. Dessa forma, os cabelos podem ser usados até que já estejam com o tamanho adequado para serem cortados e deixados ao natural.

Outra sugestão é clarear a cor até um tom bem claro e frio, fundindo as cores e criando uma só.
Para provar o quanto o tom branco pode ser chique, recentemente o hairstylist britânico Phil Smith criou dois visuais com a cor, um comercial e outro vanguardista, para sua coleção British Inspiration. Ivaldo Lima aprova a ideia. “Looks conceituais com cabelos brancos rendem produções incríveis”, afirma. Para Miguel, a cor confere um ar futurista quando usada em coleções de cabelo. No entanto, esse efeito só é alcançado quando os cabelos são clareados, até assumirem um tom muito claro.

Entre as sugestões para realçar a beleza dos cabelos, estão os finalizadores e os reflexos em cores frias, como acinzentado e champanhe, pois dão brilho e profundidade sem descaracterizar a pessoa que as usa. E, na hora de cortá-los, a dica é mantê-los sempre curtos, pois a proposta é muito moderna para ser combinada com cabelos compridos.

1 Comentário:

  1. Foto: Patricia
    Patricia: 19/03/2012 às 11:52
    Amei! Os cabelos "brancos" são chiquérrimos! Desde q adotei esta cor platinada e curtíssimo recebo mt elogios! Mas, é verdade maquiagem e estilo são imprescindíveis!


Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se