Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 8

ImprimirBrilho e estilo com muito talento

Avalie: 12345

O hairstylist Roberto Marques domina a arte de fazer beleza, com talento e competência administrativa.

Roberto Amaral Marques, ou simplesmente Robertinho, como é reconhecido, é uma pessoa que deixa sua marca por onde quer que passe. Seu estilo irreverente e carismático faz dele um ser especial, daqueles com quem se conversa horas e nunca falta assunto. Com o dom de saber ensinar, Robertinho esbanja sabedoria e conhecimento que, aliados a um estilo personalíssimo, lhe confere brilho e entusiasmo.

Filho de pai militar e mãe cabeleireira, Robertinho nasceu em Ponta Porã (MS) e foi criado em Bela Vista (MS), onde conseguiu o primeiro emprego como jornaleiro, e depois passou a trabalhar em locução e sonoplastia em uma rádio da cidade. Aos 15 anos, com a morte de seu pai, resolveu ser jogador de futebol. Mudou-se para Lins, interior de São Paulo, e passou a jogar no Linense, time da cidade. Como ponta direita ainda fez parte dos times, Operário de Campo Grande e Teverópolis. Encerrou a carreira de jogador profissional trabalhando como caixa no Banco Itaú, mas continuou jogando no time do próprio Banco. Após um período de trabalho, como subgerente de festas e eventos, na multinacional Coca-Cola, foi demitido.

Depois de nove meses desempregado, sem saber o que fazer da vida, surgiu uma oportunidade, “simplesmente do nada”, lembra, de ingressar no mercado de beleza, de forma inusitada. Foi quando Amauri, seu cabeleireiro, lhe disse que ele levava jeito para a profissão. Com a insistência do amigo fez, durante nove dias, um curso de formação para cabeleireiros na Escola de Dona Oriza, em Campo Grande (MS). Seu primeiro trabalho como coiffeur foi no salão de dona Gilse, na rodoviária de Campo Grande, onde depois também trabalhou no salão Rerus, a convite de Rudi, o proprietário. “Aceitei com a condição de que ele me ensinasse tudo o que sabia”. Foi o que aconteceu. Durante dois anos ele adquiriu a experiência necessária para montar seu primeiro salão, o Robertinho Cabeleireiros, na própria rodoviária. Com a certeza de que deveria investir em sua carreira, aprimorou e reciclou suas técnicas em vários cursos e workshops.

Com o crescimento constante da clientela, ele resolveu vender o salão da rodoviária e abrir outro espaço num minishopping, no centro de Campo Grande. “Foi meu primeiro prejuízo na vida, pois investi tudo que tinha e o empreendimento do shopping faliu”, revela. Apesar de tudo, ele conseguiu montar seu salão, próximo ao shopping, com uma localização ainda melhor. A fidelidade de sua clientela fez com que ele recuperasse o investimento e se reestruturasse. Nesse recomeço, além de clientes fiéis como Adílson, empresário, e Marcelo, gerente de banco, Robertinho contou com a ajuda decisiva de um curso que fez sobre o comportamento do empreendedor. “Mais que cortar cabelos, o curso deu ênfase à gestão empresarial e isto foi fundamental para que eu aprendesse a administrar o salão. Tanto que já recebemos três prêmios consecutivos, como melhor microempresa do segmento de salão de beleza”. Hoje, é o único salão de Campo Grande que recebeu este prêmio de qualidade total, em nível nacional.

Com a irreverência que lhe é peculiar, já “subiu no caixote” no programa Jô Soares defendendo a regulamentação do profissional cabeleireiro. Atualmente comanda o salão Robertinho Personal Hair / Shizen, em Campo Grande, sendo considerado uma referência no mercado. Além disso, como foi difícil para ele aprender a criar e administrar um negócio ao mesmo tempo, hoje ele divide seu tempo entre o salão e ensinando o que aprendeu, por isso, ministra cursos técnicos sobre cortes e penteados para empresas, como a BSG – Beauty Solutions Group, Itallian Hairtech e outras. Seu dom de ensinar contribuiu para a parceria com a BSG e a criação de uma unidade da BSG – Academy, em Campo Grande (MS), a BSG/Roberto Amaral - Núcleo de Aperfeiçoamento Profissional.

Hoje, aos 36 anos e 12 de profissão, acredita que o sucesso nada mais é do que estar preparado para receber as oportunidades e acreditar que tudo vai dar certo. “É mais difícil manter o sucesso, do que fazer”. Por isso, o pai de Bárbara, 6, e Roberta, 9 meses, é mais que um profissional; é uma pessoa humilde, determinada, que valoriza as pessoas e quer sempre ajudar ao próximo. Desempenha um trabalho social, com várias ações durante o ano, inclusive comemorando o Dia do Cabeleireiro, 3 de novembro, com o Dia do Corte Solidário, onde as pessoas podem cortar o cabelo de graça colaborando com 2k de alimentos, não perecíveis, que são doados para a CICA – Centro de Integração de Crianças e Adolescentes.

O hairstylist atribui seu reconhecimento profissional e pessoal à participação da esposa Eliane Marques em sua trajetória. “Mesmo nas horas mais difíceis, ela sempre me apoiou, sendo, sem dúvida, o grande pilar da minha vida. Sem a sua presença, com certeza, não teria o mesmo sucesso”, ressalta o hairstylist, que hoje é um profissional reconhecido e respeitado no mundo hair fashion.


Música: Hoje, do Jota Quest
Prato preferido: Almôndegas com molho vermelho, arroz e feijão
Bebida: Coca-Cola
Pessoa: Meu pai, Inoé de Souza
Lugar: Pantanal Sul Mato-grossense
Frase: O Senhor é o meu pastor e nada me faltará...
Filme: Coração Valente
Hobby: Saltar de pára-quedas
Qualidade: Entusiasmo e o perdão
Defeito: Acreditar nas pessoas até prova em contrário
Robertinho por Robertinho: Ousado, entusiasta e, acima de tudo, feliz, pois acredita que tudo sempre irá dar certo e que não existe o impossível, porque o impossível é o que ninguém fez, até aparecer alguém que faça. Alguém que não desiste nunca: muda a estratégia, mas não muda o alvo.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se