Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 51

ImprimirCabelo dos sonhos

Avalie: 12345

hidratacao_noturnaNo período noturno, as madeixas são mais receptivas à ação de hidratantes que combatem os efeitos da poluição, do sol, do cloro e até da idade!

texto: Renata Vieira | fotos: divulgação

Falta de tempo é a grande reclamação da mulher moderna. Além da necessidade de ela cuidar de todos os afazeres diários, a cada dia, cresce a cobrança pessoal e social em relação à conquista de uma imagem impecável. Entre os principais cuidados para dar vazão a essa exigência, está ter cabelos bonitos e saudáveis.

Segundo a pesquisa Brasileiras e os Cabelos, realizada em 2011 pela Unilever, em parceria com o Ibope (na ocasião, foram entrevistadas 400 mulheres, de 25 a 45 anos, das classes A, B e C, nas Regiões Sudeste, Sul e Nordeste do Brasil), 27% das mulheres possuem cabelos totalmente secos, e 71% delas acreditam que hidratar é a principal forma de reparar os fios.

Então, que tal mostrar para as clientes que elas podem tratar as madeixas também nas horas de sono? Essa é a proposta dos hidratantes noturnos. Eles são indicados para quase todos os tipos de fios, principalmente os secos, exceto nos casos extremos de dermatite e caspa.

A economia de tempo não é o único benefício desses produtos. A hairstylist Kátia Freitas, do Salão da Praia, no Rio de Janeiro, explica que a noite é o período em que mais acontece a regeneração celular do organismo. Por isso, torna-se ideal para se tratar a fibra capilar com produtos ricos em antioxidantes e aminoácidos. Nesse horário, as madeixas também ficam livres das agressões da poluição e da radiação solar e conseguem absorver os nutrientes com mais eficácia, tornando-se mais fortes e brilhantes.

Gorete Pinheiro, coordenadora-técnica do Instituto Embelleze, lembra que o uso dos hidratantes noturnos varia de acordo com as instruções de cada fabricante. De modo geral, antes de dormir, deve-se aplicar uma pequena quantidade sobre os cabelos ao longo do comprimento e nas pontas, evitando-se a raiz. A maioria das versões não suja o travesseiro, não precisa ser retirada pela manhã e pode ser usada uma vez por semana.

Mas nada de utilizar hidratantes comuns em busca do mesmo resultado. “Deve-se escolher as opções fabricadas para esse fim. Do contrário, os cabelos ficam muito pesados”, ressalta. O procedimento é um grande aliado, mas ainda não substitui a hidratação realizada nos salões de beleza pelo menos uma vez ao mês.

Confira também:

Guanidina estraga o cabelo?

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se