Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 25

ImprimirCabelos brancos e saudáveis

Avalie: 12345

Considerados um charme nos homens e desleixo nas mulheres, os fios brancos são determinados geneticamente, e a coloração ainda é a única forma de camuflá-los

Desde a Grécia Antiga temos informações a respeito do embranquecimento dos cabelos. Sabe-se que as laterais da cabeça são chamadas, até hoje, de áreas temporais, pois eram nelas que os sábios gregos viam quantos anos haviam passado na vida da pessoa. Quando começavam a ficar brancos era porque ela já havia vivido um bom tempo!
Os cabelos brancos aparecem porque ocorre um fenômeno anatômico chamado apoptose, que é a morte celular programada do melanócito (célula que produz a melanina, pigmento que dá cor aos pêlos e à pele).

A melanina é uma proteína produzida constantemente den-tro do citoplasma da célula, mas alguns fatores podem fazer esta produção se alterar. Porém, ao contrário do que se pensa, o estresse não desencadeia esse processo, mas faz que os cabelos caiam mais depressa. Isso porque como os fios sem cor são mais espessos, eles demoram mais a cair, dando a impressão de que os cabelos ficaram excessivamente brancos. Foi isso que aconteceu com a princesa Maria Antonieta, que, como diz a história, ficou com os cabelos brancos em uma semana, exatamente no período que antecedeu sua decapitação na guilhotina.

A hora que a apoptose começa é determinada geneticamente. Há famílias constituídas por pessoas que com menos de 18 anos já apresentam cabelos brancos. Do ponto de vista étnico, indivíduos brancos apresentam fios brancos entre 35 e 45 anos; os amarelos, entre 45 e 55; e os negros a partir dos 55 anos.

Há pessoas que pensam que os cabelos brancos são sinônimos de fios sem saúde. Mas eles não são doentes! Apenas os grânulos e o pigmento que antes davam cor são substituídos, inicialmente, por bolhas de ar, fazendo os fios ficarem mais grossos. Depois de um tempo, eles voltam à espessura normal.

Na maioria das vezes, a causa dos cabelos brancos em jovens é genética. Mas sempre que houver dúvida deve-se buscar alguma alteração metabólica no sentido nutricional. Isso porque a baixa ingestão de cobre – que pode ser encontrado em alimentos como frutos do mar e chocolate amargo – pode levar a um embranquecimento precoce dos fios, mas isso é raro.

Nos homens, os cabelos brancos iniciais são considerados um charme, já nas mulheres são vistos como desleixo e falta de cuidado. Para retardar seu aparecimento é necessária uma dieta equilibrada, dosar o teor de cobre no sangue e repô-lo quando necessário. Mas quando eles surgem, não adianta arrancá-los, pois não é verdade que cada fio que se retira nascem sete no lugar.

Uma pesquisa realizada pela empresa californiana Anti-cancer Inc originou o desenvolvimento de um gel que promete devolver a cor aos cabelos, mas não é coloração. O nome do produto, ainda não comercializado, é “gene juice” (suco de gens), mas ele é apenas uma promessa. Até o momento, a coloração é o único remédio.
Para quem quer assumir a canície (cabelos brancos) sem os fios ficarem amarelados existem xampus especiais, que protegem contra o amarelamento e os mantêm mais brancos

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se