Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 15

ImprimirCarlos Carrasco - Mestre dos cabelos e pincéis

Avalie: 12345

Carlos Carrasco brilha por si só. Seu brilho e carisma fazem dele mais do que um profissional de sucesso, um ser humano único e especial.

Apesar do nome, de carrasco ele não tem nada. Carlos Carrasco é a perfeita tradução de talento e profissionalismo. Além disso, é dono de uma simpatia e atenção que conquistam no primeiro instante. Com certeza, por isso é o preferido de muitas estrelas. Há mais de 20 anos no segmento da beleza, Carrasco estudou para ser cabeleireiro. A vocação nasceu com ele e desde os oito anos de idade já sonhava com a profissão.

Filho de um metalúrgico e de uma costureira o hairstylist nasceu em Santo André (SP), mas cresceu em São José dos Campos, interior paulista. No início trabalhava nos salões como assistente, apenas nos finais de semana. “De segunda a sexta eu era bancário. Trabalhava como caixa no banco Bradesco, pois, precisava de uma renda maior para poder estudar”, revela.

Na década de 80 partiu para a capital paulista onde trabalhou em diversos salões. “Mas o que mais marcou minha vida e onde eu ganhei mais dinheiro foi num salão no centro de São Paulo onde eu penteava as prostitutas da Boate La Licorne. Além de a clientela ser bastante exigente, eu aprendi não só a trabalhar, mas a lidar com as pessoas. Sem dúvida, foi o melhor momento da minha vida” recorda.

Depois disso, partiu para a Europa. Autodidata, aprimorou-se como profissional nas academias: Alexandre, em Paris, na França, e Llongueras, na Espanha. Depois de estudar quatro anos a saudade o trouxe de volta. “O começo foi marcado pela felicidade, pois quando se é jovem não temos medo de errar. Com o passar do tempo passamos a exigir e nos cobrar mais”.

No retorno, na década de 90, foi trabalhar em Santos (SP). Começava aí uma carreira marcada pelo sucesso. “Nunca pensei em ser famoso, pensava apenas em trabalhar e ser feliz” lembra. O segredo do sucesso? “Acredito que seja trabalhar com seriedade, responsabilidade, dedicação e amor”.

Durante o período que trabalhou na cidade santista, Carrasco conheceu o mestre da maquiagem Antonio Carlos Gonçalves. “Ele havia sofrido um derrame parcial no cérebro e me convidou para ser a mão dele, em troca ele seria o meu olho. E assim aconteceu. Fui a mão dele por um ano, até ele morrer, e só aprendi”. Esta troca ensinou o hairstylist não só a arte de maquiar, mas de enxergar a fotografia.

Segundo Carrasco existe uma grande diferença entre um cabelo e maquiagem para festa e o que vai ser fotografado. “Por isto, meu trabalho tem como objetivo proporcionar que a cliente esteja sempre bem na foto”.

Depois de Santos, a vida de Carrasco nunca mais foi a mesma. “Com a fama, aumentou o assédio, o trabalho e, conseqüentemente, as oportunidades”. Atualmente ele se divide entre as apresentações que realiza para empresas, seus dois espaços de trabalho, um salão em São José dos Campos e o salão atelier em São Paulo, as produções de moda, revistas, comerciais de televisão, desfiles e a agência de cabeleireiros e maquiadores, que organiza e operacionaliza projetos, promoções, publicidade e eventos. Este empreendimento de Carrasco leva o nome de BLZ, que significa beleza. Ressalta que não tem exclusividade com nenhuma empresa. “Sou de todo mundo e todo mundo me quer bem”, diz.

Incansável, o hairstylist está sempre atento às novidades do mercado. “Adoro ler. Tanto que, quando não estou trabalhando, sempre estudo e pesquiso. Leio desde revistas de moda nacional e internacional a livros de arte, para aprender cada vez mais e ter condições de poder atender as exigências de minha eclética clientela”, revela Carrasco.

Carrasco pode ser definido como um porta-voz da beleza cujas mãos mágicas transformam o sonho em realidade. Tanto que é o responsável pelo look de famosos como: Gisele Bündchen, Cléo Pires, Débora Bloch, Fafá de Belém, Gabriela Duarte, Júnior Lima e mais uma infinidade de celebridades.

Defeito: boca. Falo demais. O que penso e o que não penso.
Qualidade: coração.
Prato: churrasco
Bebida: guaraná
Lugar: Bom Jesus dos Perdões, interior de São Paulo.
Pessoa: meus pais, que me ensinaram a ser quem eu sou.
Ídolo: Cazuza
Saudade: minha avó e amigos que morreram.
Filme: Fome de Viver e Nina
Livro: Quem Mexeu no meu Queijo?
Crítica: Não gosto de julgar, fazer críticas. Não julgo ninguém para não ser julgado.
Frase: Viva e deixe viver.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se