Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 15

ImprimirColoração e Pigmentos: perguntas e respostas III

Avalie: 12345

A cada dia surgem novos produtos e procedimentos a serem utilizados na coloração, que exigem do profissional muita prática e informação para realizar, de maneira correta, esta técnica.

Dando continuidade ao nosso trabalho de esclarecer as principais dúvidas de nossos leitores sobre coloração e pigmentos, respondemos aqui mais duas perguntas interessantes, que facilitarão o desempenho do profissional cabeleireiro.

Qual o segredo para uma coloração ter mais fixação, ou seja, menos desbotamento?

A fixação da cor está relacionada com o estado do fio do cabelo, principalmente com as cutículas: quanto mais comprometida menor é a fixação. Nem sempre conseguimos notar a olho nu o quanto realmente esta cutícula está danificada e examiná-la criteriosamente seria dispendioso, pois o microscópio eletrônico, capaz de detectar as ranhuras no fio, é um investimento inviável em um salão de beleza. Para que uma coloração tenha uma melhor fixação e, conseqüentemente, um menor desbotamento é necessário respeitar as medidas e o tempo de uso de cada produto, indicados pelo fabricante. Isto se dá porque os produtos são elaborados com vários ativos, que necessitam da quantidade correta de oxidante e de um tempo determinado para revelar a cor adequadamente.

Daí a importância do profissional freqüentar cursos de coloração promovidos pelos fabricantes dos produtos que se pretende usar. Fora estes fatores, é muito importante que a própria coloração a ser utilizada, tenha qualidade e que seus corantes sejam de primeira linha, por isso aconselho utilizar produtos de exclusividade profissional. É importante também que o cabeleireiro indique à cliente uma linha de manutenção da mesma empresa da coloração aplicada, para que o cabelo tenha condições de manter os pigmentos por mais tempo. Soma-se a isto um tratamento periódico no salão e, aí sim, teremos um serviço de coloração com maior durabilidade.

Alguns perguntam: “Quais pigmentos têm maior fixação, e quais tem menos?” Levando em consideração estas informações podemos presumir que, independentemente da cor aplicada, ela terá maior durabilidade e fixação se seguirmos os seguintes critérios:

• Um bom diagnóstico das condições de saúde do fio, da cor natural, da altura de tom, ou seja, das condições totais que o fio apresenta, pois são estes os fatores principais que podem comprometer a fixação.

• Utilizar somente produtos, única e exclusivamente, destinados a profissionais cabeleireiros. Estes produtos costumam utilizar corantes de primeira linha e são capazes de atingir o resultado desejado dependendo somente do diagnóstico e aplicação do cabeleireiro.

• Respeito às medidas e tempo indicados pelo fabricante e uma boa técnica de aplicação, conforme o diagnóstico.

Em uma descoloração, seguida de coloração, é necessário o uso de shampoo antes da aplicação da coloração desejada? Por quê?

Sim, por mera precaução. Na realidade, a água morna e em abundância já seria o suficiente para eliminar os resíduos de produtos químicos, não contrair as cutículas e nem reter alguma partícula de descolorante em qualquer ponto dos fios. Quando este enxágüe com água morna não é bem feito sobram resíduos de descolorante, que modificam o resultado final, em partes ou por inteiro, no cabelo. Com isso não atingiremos o objetivo e não teremos, conseqüentemente, sucesso no nosso trabalho de coloração. Nesse caso, o shampoo tem que ser suave, nunca anti-resíduos, para não endurecer a fibra, não deve ser esfregado ou massageado, nem aplicado no couro cabeludo. Aplique somente sobre os fios e enxágüe rapidamente, pois se lembre que você ainda vai colorir e precisa da oleosidade natural do couro cabeludo para a proteção do mesmo. Em caso de cabelos longos também usar um condicionador, para facilitar o desembarace, e enxaguar bem.

Após a coloração não é necessário o uso de shampoo sobre os fios! Se você fizer um bom enxágüe com bastante água, não há necessidade de shampoo. O uso de um condicionador próprio, para realinhar as cutículas, já é suficiente. Porém, se neste caso formos aplicar algum shampoo, que este seja um apropriado para coloração, com um pH ácido e com ativos que visem garantir o resultado da cor e não extrair os pigmentos depositados. Dê sempre preferência a produtos da mesma marca do fabricante da coloração.

Esperamos ter atingido o nosso objetivo, que é propiciar informações fidedignas e esclarecer, tecnicamente, as dúvidas sobre o assunto. Não deixe de enviar suas dúvidas para o e-mail: wp@netbeauty.com.br.

A Cabeleireiros.com é uma revista técnica e essas orientações são direcionadas para profissionais cabeleireiros e afins. Não utilize as técnicas se você não for um profissional. Qualquer processo químico deve ser aplicado por um especialista.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se