Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 33

ImprimirComissões e preços de serviços

Avalie: 12345

Osvaldo Alcantara (consultor de negócios)Aprenda a calcular corretamente a comissão dos profissionais e saiba como evitar desperdícios no salão de beleza

Osvaldo Alcântara (consultor de negócios)

A comissão paga aos profissionais que trabalham no salão de beleza pode ser prejudicial ao sucesso dos negócios. Se o valor não for estipulado de maneira correta e consciente, existe o risco de quanto mais o cabeleireiro faturar, mais prejuízo trazer para o estabelecimento. Um salão de bom movimento não deve pagar mais do que 15% ou 20% de comissão ao cabeleireiro, pois ambos compartilham os clientes. Já um salão recém-inaugurado pode pagar até 40%, pois o profissional trará sua clientela com ele.

administracao de negociosMuitos donos de salão podem ficar em dúvida sobre quanto oferecer de comissão para a “estrela” do estabelecimento. É preciso tomar cuidado. Nenhum cabeleireiro deve ser considerado “estrela”. Se o dono tratá-lo ou remunerá-lo de maneira diferenciada, ele irá ofuscar o trabalho de toda a equipe. Um profissional pode até ser melhor que o outro em determinada técnica, mas ele tem de seguir as mesmas regras impostas aos demais. A “estrela” merece o respeito de todos. E só.
 

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se