Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 47

ImprimirCor da castanha

Avalie: 12345

Você pode esperar para comer a fruta no fim do ano, mas nos cabelos, a coloração castanha está em alta desde já!

texto: Rebeca Alcoba | fotos: divulgação (Imagenet, Cebado Salones e Rush London)

The Coral Reef | Seung-Ki Boek para Rush London

Acreditar que só as loiras são sexies é tão over quanto achar que cabelos castanhos envelhecem as mulheres. A prova dessa afirmação está na cabeça das famosas. Por exemplo, a atriz Anne Hathaway usa e abusa dos castanhos com mechas iluminadas; a atriz e modelo Keira Knightley recentemente cortou radicalmente os fios, mas manteve o tom; Ashley Tisdale, conhecida pelos filmes High School Musical, e Miley Cyrus, a eterna Hannah Montana, abandonaram as madeixas ultraloiras e aderiram aos fios escurecidos. O visual da primeira é denso, enquanto o tom adotado por Miley é puxado para avelã.

Nesta temporada, os marrons voltaram a dar o que falar. O momento não poderia ser melhor, já que a cor tem tudo a ver com o clima frio. “No inverno, tons quentes e fechados valorizam a pele que não está bronzeada. O contraste fica interessante”, explica Julio Crepaldi, hairstylist embaixador da Koleston. Para Julio, é justamente por conta do tom moreno da pele que as brasileiras relutam em aderir aos fios castanhos. Para Ivaldo Lima, proprietário do Stylo Hair, a resistência tem outro motivo. Como os cabelos são naturalmente marrons, ao colorir as madeixas, elas optam por nuances diferentes da original.

Então, por que sugerir a mudança às clientes? Para Julio, os marrons transmitem elegância e estão associados a uma das técnicas mais procuradas nos salões de beleza: o Ombré Hair. “Um Ombré levemente mais claro, que vai do meio às pontas, quebra a solidez do marrom-natural”, comenta.
Para Carlos Vieira, cabeleireiro do Salão Pelle & Capelli, as nuances alinhadas com a moda são quentes e com variações de dourado. Mel, avelã e bege também são possibilidades.

Mas cuidado com os marrons-dourados, pois são perigosos para as morenas claras, tipicamente brasileiras, deixando-lhes uma aparência abatida. Restrinja-os às clientes estilosas que têm o hábito de se maquiar.

Na prática
No Brasil, a grande vantagem da tendência marrom é que, ao colorir cabelos castanhos com um tom próximo ao natural, as clientes ganham um visual moderno que não compromete a estrutura capilar. “Quanto maior for a variação do clareamento, mais sensibilizado fica o fio”, aponta Ivaldo. Os castanhos não exigem oxidantes fortes; pode-se usar uma volumagem inferior a 30, que favorece a hidratação e mantém as proteínas naturais do fio.

Para quem se arrependeu de aderir à tendência, o caminho de volta não é tão árduo como o de outras tonalidades. “Existem vários procedimentos químicos que demandam o mínimo de desgaste dos fios para retornar a cor de origem”, indica Carlos Vieira. Nesse caso, ele ressalta a decapagem, um processo de remoção de pigmentos superficiais dos fios de cabelo. Pode-se fazer também reflexos naturais, que recuperem o tom de cabelo desejado aos poucos.

Em relação à idade, quem quiser tingir as madeixas de castanho, porém está com medo de parecer mais velha, deve investir em mechas de nuances claras por cima do marrom. “Quanto mais madura for a mulher, mais luminosidade deve prevalecer na cor”, comenta Vieira. De acordo com Ivaldo, o segredo é acertar no tom. “As cores marrons e castanhas, quando bem diagnosticadas, deixam a cliente com a aparência mais jovem e natural”. Ele gosta de trabalhar com mais de uma cor, personalizando as tonalidades de acordo com cada pessoa.

Cabelo versus pele

Julio Crepaldi e Carlos Vieira explica como fazer para que o rosto e os cabelos fiquem em harmonia.

Pele clara -> marrom-acobreado marrom-natural

Pele rosada -> marrom-dourado marrom-natural

Pele morena e negra  -> marrom-chocolate marrom-avermelhado marrom-café

Pele amarela -> marrom-natural marrom-café

Galeria de fotos:

  • The Coral Reef | Seung-Ki Boek para Rush London
  • A cantora e atriz Miley Cyrus
  • Keira Knightkey na propaganda do perfume Mademoiselle Chanel
  • Cebado Verão 2008
  • Cabelo versus pele

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se