Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 53

ImprimirCor de sorvete

Avalie: 12345

cor_de_sorveteOs tons adocicados da cartela candy colors ensinam como ser discreta sem ignorar as cores na maquiagem

texto: Rebeca Alcoba | fotos: divulgação Yves J. Hayat

Conforme o clima esquenta, as cores aparecem mais nas maquiagens. Mas, se em algumas temporadas reinaram os tons flúor, agora são as tonalidades pastel que ditam moda. Também conhecidas como candy colors, por serem semelhantes às tonalidades dos doces, elas estão nos olhos e na boca.

Mulheres delicadas são as principais adeptas do estilo. “Normalmente, pessoas de personalidade branda optam por cores neutras e tranquilas, que não as destaquem na multidão”, comenta Tony Borba, maquiador e visagista.

Entre os artigos mais populares da tendência estão os batons lilás e cor-de-rosa brilhante ou mate. Fabiana Gomes, maquiadora sênior da MAC, aponta desfiles de marcas como Carolina Herrera, na qual a make-up artist Diane Kendal optou pelo sofisticado nude com fundo rosa, e Issey Miyake, cujo centro dos lábios era um magenta que ia esmaecendo nas extremidades.

A corzinha é bem-vinda também nos olhos. Para não errar, basta ajustar a temperatura das sombras à da pele. “A azul é a cor mais fria da cartela. Em peles quentes, ela contrasta muito. O mesmo cuidado vale para a tonalidade amarela em uma pele fria”, diz Tony. Fabiana é mais condescendente: para ela, o que vale é a maneira de trabalhar a tonalidade. Para usar sombra amarela em peles amareladas, ela indica as que tenham intensidade de brilho e cor. “Pode-se usar um lápis branco ou corretivo antes da sombra, para garantir um resultado intenso”.

Quando a ideia é misturar as cores, Fabiana aponta o círculo cromático como aliado. “É bom trabalhar com tons complementares, que são opostos no círculo cromático, como rosa e verde, amarelo e azul, ou usar nas tonalidades análogas (vizinhas), como laranja e amarela”, ensina. Ainda se tratando de utilizar mais de uma sombra, Tony salienta que a técnica do esfumado não é a única e é de longe a mais elegante. Porém, a maquiagem com efeito gráfico pode criar uma aparência andrógina, sendo apropriada para as baladas noturnas.

Como devem ser a pele e o blush? O mote é deixar a pele com um aspecto natural e sem marcas. Por isso, o primer é fundamental, tanto quanto o pó – que deve ser translúcido. Já as bochechas ficam a cargo de cada um. “Gosto de dar uma forçadinha no blush, mantendo-o centralizado e mais avermelhado, mas tem de esfumar muito, viu?!”, lembra Fabiana. Para deixar o make atual, uma das táticas é intercalar as texturas. Por exemplo: olhos candy colors em cores opacas com lábios glossy; ou lábios candy color opacos, com um toque de gloss nas pálpebras.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se