Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 36

ImprimirDe olho nos anos 1960

Avalie: 12345

Shag, HavingtCortes Atemporais - Shagon, Greek Goddess, Page-boy e Mouche foram cortes que ganharam destaque na década de 1960 e início de 1970

John Santilli (cabeleireiro e ex-diretor da Vidal Sassoon Academy, trabalhou com Tony Rizzo e Sanrizz)

Na hora de propor um visual diferente para suas clientes, um vasto repertório sobre a história dos cortes de cabelo e os efeitos que cada um deles proporciona é essencial para apontar os prós e contras de cada estilo. Seguindo a série de artigos iniciada na edição 35 da Cabeleireiros.com, confira os cortes que mais se destacaram nos anos 1960.Cortes Atemporais - Havington

Shag (1970)

O corte em camadas mais famoso do mundo é fácil para a cliente manter. O estilo é parecido com o “graduated bob” (publicado na página 26 da edição 35), a diferença é que este é mais curto na frente do que atrás.

Havington (1969)

Caracterizado pela nuca curta e pela franja marcante com finas mechas laterais alongadas. É contemporâneo aos “hot pants”, shorts curtos e colados no corpo, de cintura alta, que estavam bem moda nesse período.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se