Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 24

ImprimirFestival de tendências

Avalie: 12345

O evento promovido pela Ikesaki apresentou o que será moda em cabelo e make para a próxima estação

A terceira edição do Festival de Beleza Ikesaki, que aconteceu no espaço Hakka, em São Paulo, no dia 25 de junho, contou com o apoio de seis grandes marcas que mostraram em alto estilo as tendências de corte e coloração. Aproximadamente mil profissionais prestigiaram o evento durante todo o dia com shows de figurinos, maquiagem e, principalmente, cortes exóticos e exuberantes.

A Ikesaki Cosméticos comemorou com o evento 43 anos de mercado especializado em beleza, um setor que gera 18,2 bilhões de dólares por ano. A expectativa de crescimento para 2007 gira em torno de 12%, segundo a ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos).

A abertura do festival contou com a presença de Philip Hallawell e a equipe Beauty Fair, representada pelos profissionais, Leandro Pires, Maurício Rocha e Nilson Almeida. Os looks apresentados foram embasados nas técnicas do visagismo, seguindo as técnicas das linhas verticais, horizontais e curvas que são a base da estrutura de corte. “O estilo não é só técnica. Cortar o cabelo não é estilizar, o profissional precisa saber como a imagem funciona e como as linhas do rosto interferem no visual. Esses elementos completam a arte de cortar”, afirma Phillip, mestre do visagismo.

A equipe da Alfaparf, representada pelos cabeleireiros Eduardo Nazario e Andréia Pecora da equipe AD Milano foram os segundos a se apresentar. No palco os profissionais mostraram soluções práticas com cortes suaves e leves. A moda street, destaque da apresentação, abusa de cortes agressivos, desconexão e desfiados. A cor é suave, com tons de marrons, vermelhos e mechas sem marcas em raiz.

A equipe da Redken apresentou propostas de looks masculinos criadas por Ricardo Chamorro e Matheus Vieira. Identidades embasadas nos anos 60 e 70, época do rock´n roll deram a tônica dos trabalhos. “A técnica do corte deve ser perfeita para conquistar o homem que é fiel ao salão”, afirma Ricardo. “O público masculino não tem muita referência, é mais tímido, por isso, a Redken apostou na tendência e nos produtos destinados a essa clientela”, completa o profissional.

Durante a apresentação da Wella, a marca convidou a Equipe Intercoiffure Juniores, comandada pela hairstylist Mari Nicácio, que mostraram um show clássico de looks modernos e sofisticados. Dentre os novos talentos estão, Thiago Costa, Henrique Eizono e Camila Furstenau. “A tendência oriental está em alta neste inverno com o uso de cabelos naturais, cortes de base quadradas e franja reta”, revela Thiago Costa. Os juniores abusaram das pranchas, dos cortes assimétricos e dos cachos.

Tony Rodrigues, cabeleireiro do Jacques e Janine, convidado da L’Oréal Profissionnel, trouxe ao palco a tendência primavera-verão com uma releitura dos anos 60, abusando do chanel e do estilo retrô. As colorações abusam de mechas e de tons de louros clássicos (acobreados, mel, platinos e mechas californianas). Já os looks masculinos, seguem a tendência rock´n roll, com cortes sofisticados, despontados e texturizados.

O evento encerrou com a apresentação angelical e sofisticada do profissional Erik Moraes, da Taiff, que apresentou inúmeras propostas de penteados glamurosos para noite.

O responsável pela organização do festival, Roberto Blaskes, afirma que dá trabalho produzir algo deste porte, mas afirma que “todo o esforço vale a pena para que a classe seja cada vez mais atualizada e valorizada”.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se