Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 50

ImprimirFios à lá Rapunzel

Avalie: 12345

abre_aspasCabelos curtinhos podem ser um charme, mas os fios compridos ainda são preferência no imaginário feminino. Especialistas dão as dicas para se conseguir cabelos longos e saudáveis

texto: Renata Vieira | fotos: divulgação L’Oréal

Couro cabeludo saudável versus crescimento
Certo:
massagens no couro cabeludo estimulam a oxigenação e a circulação sanguínea, assim como o hábito de escovar os fios frequentemente. Para potencializar o efeito, use tônicos capilares, fazendo movimentos circulares na cabeça por dez minutos, em dias alternados.

Errado: ficar muito tempo sem lavar os cabelos. Existem clientes que lavam os fios somente uma vez por semana, para manter o efeito liso da escova. Porém, a exposição a poluição, fungos e bactérias retira a saúde do couro cabeludo. Sem contar o acúmulo da oleosidade, que entope o bulbo capilar, promove a queda e desorganiza o ciclo de crescimento.
Alessandra Melo, proprietária do Salão MB Blush Coiffeur

Atenção aos cabelos afros
Certo:
use xampus e condicionadores específicos para cabelos afros, que, além de serem naturalmente finos e secos, geralmente sofrem com procedimentos químicos, o que os torna mais sensíveis à quebra. A hidratação deve ser feita em casa duas vezes por semana e no salão uma vez por mês. Assim, os fios ficarão fortes para crescerem um centímetro por mês, considerado o padrão normal.

Errado: fazer trancinhas ou rabos de cavalo para acelerar o crescimento dos cabelos. Pior ainda se as madeixas estiverem úmidas ou repletas de cremes ou leave-ins que diminuem o volume. Esses produtos devem ser específicos para o tipo de cabelo de cada cliente (natural, tingido ou alisado) e só servem para o comprimento e para as pontas, nunca para a raiz.
Fernando Paolo, cabeleireiro do Salão Fernando Fernandes

Cuidados dermatológicos
Certo:
investir em uma alimentação equilibrada, já que tudo o que comemos está diretamente ligado à saúde dos cabelos. O uso de produtos adequados para higienização e o bom senso para não exagerar nos procedimentos químicos também são importantes.

Errado: usar receitas caseiras de tratamento capilar ou consumir medicamentos usados por conhecidos ao perceber que os cabelos não estão crescendo. Só um diagnóstico preciso pode revelar a melhor solução. Além disso, a utilização de produtos inadequados para lavagem e hidratação pode afetar negativamente o ciclo de crescimento dos cabelos, dividido em três fases: anagênica (de crescimento); catagênica (de transição); e telogênica (de queda).
Francisco Le Voci, membro do Departamento de Cabelos da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Confira também:

Escova Térmica - Alisamento térmico é alternativa mais segura à escova progressiva

Guanidina e os mitos sobre relaxamento de cabelo

Galeria de fotos:

  • Lorenzo Favata para Rush London

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se