Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 14

ImprimirGrande ícone do mundo hair

Avalie: 12345

Com 56 anos dedicados ao segmento da beleza, Osvaldo Alcantara é referência obrigatória no mundo hair.

Por onde quer que passe, não há quem não se encante com ele. Sua presença é destacada pelo carisma e simpatia indiscutíveis. Osvaldo Alcantara, mais conhecido como “Seu” Alcantara, tem o poder de conquistar a admiração de todos, logo de início. Dono de uma personalidade forte e de um caráter irretocável, Alcantara utiliza o equilíbrio da mente para resolver tudo que puder e o que não puder, também. Sem dúvida, estas são algumas de suas características que o torna tão querido.

Osvaldo Alcantara nasceu em Botucatu, interior de São Paulo, mas aos dois anos de idade já vivia na capital paulista. Filho único, sempre teve o incentivo dos pais para estudar. Porém, como passavam por dificuldades financeiras, Alcantara começou a trabalhar quando era menor de idade. A vida profissional teve início no Bank of London South America, onde ele exerceu, inicialmente, a função de operador de máquina. Com um ano de trabalho passou a ser chefe da compensação, cargo que ocupou até ser demitido pelo banco. “Como eu era muito nervoso e briguento me desentendi com o inglês, que era gerente da agência, e acabei demitido. Fui embora arrasado, pensando em como dar a notícia aos meus pais. Afinal, eu ajudava nas despesas de casa. Mas, o que aconteceu? Tive a sorte de encontrar, em um bonde, meu amigo Vivaldo Brandão, que me vendo aborrecido indagou o ocorrido. Contei, e ele imediatamente me convidou para trabalhar na Niasi, empresa onde ele trabalhava”, lembra. A entrada no ramo da cosmética aconteceu por acaso e transformou sua vida para sempre.

Foi o início da trajetória de sucesso de Alcantara, no segmento da beleza. Com apenas 17 anos ele começou a trabalhar para a Niasi com a função de cobrir a área dos clientes, que não compravam do amigo Vivaldo. “Quando recebi a notícia quase desmaiei de susto! Logo eu, que nunca pensei em trabalhar com cabeleireiros, como iria entrar num salão?” indaga. Mas ele aceitou o desafio e venceu.

Tanto, que permaneceu na Niasi por 32 anos. “Minha primeira visita foi ao Salão Antoine Cabeleireiro, localizado na Praça da República, 140, sobreloja, no centro de São Paulo. Logo na entrada, vejo a placa: Proibida a Entrada de Homens. Pensei: e agora? Olho para dentro e vejo o Antoine, um homem de mais de dois metros de altura, enorme. Resultado: não tive coragem de entrar”, recorda com saudade.

Assim, resolveu se preparar e criar coragem. “Entrei em um bar, apesar de nunca ter bebido em toda minha vida, pedi uma dose de conhaque e parti para enfrentar o Antoine. Tive sorte e acho que um anjo caiu do céu, pois quando o Antoine me recebeu, contei-lhe do conhaque e porque o tomei. Ele gostou da minha sinceridade e pediu para que depois que eu estivesse melhor a compradora Dona Alzira me atendesse e comprasse o que precisava. Este dia marcou minha vida, pois no meu primeiro dia de trabalho eu consegui atingir minha cota de vendas ali, no Antoine” conta, alegre e satisfeito.

Depois disso, Alcantara não parou mais. De vendedor passou a supervisor, depois a gerente de vendas na capital e em seguida a gerente nacional da Niasi. Em 1978 foi homenageado pela Associação Brasileira de Dirigentes de Vendas do Brasil, como o melhor vendedor do país. Pela Niasi, foi considerado o maior vendedor do mundo, no segmento de permanentes, com um pedido para um único cliente, o Salão de Beleza Tsutomu Akahoshi, de 5.000 vidros de permanentes a frio Hélène Curtis.

Depois de sair da Niasi, Alcantara atuou na Escovas Fidalga. “Foram cinco anos de trabalho onde aprendi muito, pois o proprietário, o senhor Henrique Gandara, me proporcionou tudo. Tenho muito orgulho de ter trabalhado numa empresa que começou com máquinas manuais, na qual eu tive a honra de trabalhar quando houve a instalação da primeira máquina automática de fazer escovas no Brasil”, declara.

Atualmente Alcantara é consultor técnico do Centro Técnico Ikesaki, na área profissional, em São Paulo (SP). Respeitado por todos, é considerado além de um mestre, um exemplo. Por isso, conta com uma legião de fãs e amigos que disputam um minuto de seu precioso tempo. “Tenho um imenso orgulho e muita honra de trabalhar na Ikesaki” ressalta, com olhos lacrimejados.

Foi um convite do senhor Hirofumi Ikesaki que o levou para trabalhar no grupo. “O Ricardo Ikesaki efetivou o convite do pai e sabendo do meu temperamento, propôs que fizéssemos um contrato verbal de um ano. Só que eu fui ficando... E se passaram 15 anos. E só agora, no dia três de março, que o Ricardo me chamou para resolvermos aquele contrato. Depois de 15 anos terminamos nosso contrato verbal. E, sem dúvida alguma é nesta empresa que pretendo trabalhar até o fim da minha vida”, enfatiza emocionado.

Lembra dos momentos de grande emoção, que já viveu na Ikesaki. Mas um, particularmente, foi muito especial: “No meu primeiro ano de trabalho na empresa aconteceu um jantar, no qual o senhor Hirofumi declarou estar muito feliz por eu fazer parte do grupo e disse: “Agradeço ao Alcantara por estar aqui conosco, pois ele é uma das molas para nosso crescimento, por isto fiz questão de contratá-lo”. Isto me marcou profundamente e só de lembrar me emociono e agradeço muito por estar aqui. Aos 73 anos, nem penso em me aposentar”.

Alcantara também atua como apresentador e locutor há 40 anos, tendo participado da maioria dos grandes eventos de beleza. Não somente no Brasil, mas também na Argentina, Bolívia e Paraguai é considerado o profissional de cosméticos com maior vivência na área.

Realizado, o mestre Alcantara afirma com orgulho que se tivesse que fazer tudo de novo, com certeza faria da mesma maneira. “Pois amo o que faço e faço por que amo”, concluí.

Frase: Você é aquilo que você representa.
Hobby: Ser calígrafo e ler.
Lugar: Poços de Caldas, Minas Gerais.
Prato preferido: Todos.
Bebida: Chá gelado.
Música: Clássica. Mas gosto de samba de roda, também.
Qualidade: Ficar ligado 24 horas e sempre tentar ajudar a todos.
Defeito: Não consigo me desligar da parte profissional, nem quando estou dormindo.
Pessoa: Hirofumi Ikesaki.
Saudade: Minha esposa e meu filho.
Conselho: Aproveitem cada minuto da vida fazendo o que você gosta, sempre.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se