Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 43

ImprimirLoira, loirinha ou loiraça?

Avalie: 12345

clareamento (3)Mergulhamos no universo das técnicas de clareamento e revelamos tudo sobre tendências, tons adequados e erros frequentes

texto: Eder Garrido | fotos: Stevn Thomas, divulgação, Andres Reynaga, Jonas Besnan, Danilo Guiliani e Pak Ok Sun

Marilyn Monroe, Brigitte Bardot, Claudia Schiffer, Madonna, Jennifer Aniston, Gisele Bündchen... Além de serem lindas e famosas, elas têm algo a mais em comum: uma cabeleira loira que se tornou referência de beleza em todo o mundo. Hoje, é difícil encontrar uma mulher que não tenha se imaginado com o cabelo igual ao delas. Para as que pensam em levar esse projeto adiante, existem técnicas que clareiam os cabelos total ou parcialmente. “Todos os tons de cabelo podem ficar claros, basta encontrar a técnica mais indicada”, afirma Falks M., do salão Studio Lorena. Como métodos não faltam, a atenção tem de ser redobrada ao escolher um deles, para evitar resultados desastrosos e choradeira.

Uma boa conversa antes de iniciar o trabalho e a utilização dos conceitos de visagismo são fundamentais para ter certeza da imagem a ser alcançada. Para não errar, saiba que peles de tons frios combinam com loiros do mesmo tipo e, no máximo, dourados; já as peles de tons quentes têm tudo a ver com nuances queimadas e escuras.clareamento (2) E como a cada dia mais negras desfilam por aí com o cabelo loiro, inspiradas pelo moicano platinado da cantora Rihanna, Maria Eucimar Alves, gerente técnica da Maxiline, recomenda utilizar, no máximo, tons na altura de oito ou nove. Até esse
nível, a estrutura do cabelo permanece saudável e não tem sua elasticidade comprometida.
Se a pele da cliente ficar empalidecida pelo tom de loiro escolhido, sugira a ela que capriche na maquiagem com efeito bronzeado, que está em alta e foi popularizada pela apresentadora Adriane Galisteu. Pense, porém, em como reverter o problema, já que o visual dela dificilmente continuará bonito após o verão.

Técnicas
clareamento (5)O mais popular – e recente – método de clareamento é o ombré hair, sucesso entre as atrizes Drew Barrymore e Megan Fox e a apresentadora Fernanda Lima. Com a técnica, a raiz recebe tons escuros ou é deixada natural e o restante do cabelo é clareado gradativamente, com mais intensidade na ponta. A vantagem dela é produzir mechas bem marcadas e fundo natural, dispensando retoques constantes. Para Mônica Rodrigues, diretora do Llongueras Brasil, os efeitos ficam a critério de cada cabeleireiro.

Na lista de clareamentos mais procurados também estão as mechas californianas, feitas livremente com papel ou touca, embora alguns hairstylists afirmem que elas ficaram ultrapassadas. Há também as mechas globais, que têm como base um ou dois tons próximos ao natural, indicadas para minimizar clareados marcados, e a descoloração total seguida de tonalização com nuances variadas (os tons de palha e mel são os mais procurados).

Se você tem uma cliente que decide ficar loira, mas até então coloria o cabelo de cores escuras, não se desespere! O primeiro passo, segundo Vera Flecher, coordenadora técnica da BSG e sócia da BSG Academy Curitiba, é fazer uma limpeza de cor, popularmente conhecida como descoloração. Se o trabalho vai ser feito em fios que nunca receberam química, colorações ultraclaras e oxidante de 40 volumes na porcentagem recomendada pelo fabricante deixam as madeixas até cinco tons mais claros.clareamento (4)

Cabelos compridos e retos transmitem uma imagem melancólica; se receberem pontos de luz, ficarão mais alegres e com atitude. Para clarear os curtos e finos, a técnica pach é uma boa sugestão, pois quase não agride os fios. Um descolorante sem amônia é aplicado com um pente para criar pontos de luz no máximo três tons mais claros que o natural. Em cabelos grossos, geralmente porosos, é preciso cuidado com o produto escolhido. Se as escamas capilares ficarem muito abertas, o resultado será um estranho aspecto frisado.

Em cabelos cacheados, a técnica da primeira linha garante uma mudança sutil. Ela consiste em separar uma linha de cabelo com um centímetro de espessura na nuca e clareá-la de dois a três tons. Uma segunda linha também pode ser feita na altura das têmporas. E se você tem clientes homens que não dispensam cabelos iluminados, as palavras-chave são moderação e naturalidade. Nada fica mais artificial do que um dourado exagerado. Deixar a raiz escura e fazer mechas fininhas acinzentadas é garantia de sucesso.

clareamento (1)Não erre!
Deixe claro para o cliente que realizar qualquer procedimento químico ou retoque em casa é estrago
na certa. “Todo clareamento deve ser feito por um profissional preparado”, frisa Alexandra Jorge, gerente nacional de vendas da Tânagra Cosméticos. Corrigir o tom é complicado, exige tempo e afeta a saúde do cabelo.

Os enganos mais comuns são cometidos nas colorações. “As caixinhas de tinturas mostram cores lindas. Quando o resultado alcançado é um amarelo ou laranja esquisito, o desespero é imediato”, diz Mônica. Geralmente, os cabelos ficam estranhos porque a maioria das brasileiras tem fios castanho-escuros (tom quatro) ou castanho-claros (tom cinco), com muito pigmento vermelho, característica que deve ser levada em conta no momento de escolher as nuances. Definida a cor, é o momento de
pensar no corte. “Queridinhos” das adolescentes, cabelos claros e compridos são sensuais. Para as mais velhas, o comprimento na altura do ombro transmite atitude. Quem quer fazer a linha independente pode combinar um tom de loiro com o cabelo curto, como já fez a atriz sul-africana Charlize Theron.

A cor da roupa também ajuda mulheres loiras a construir visuais diferentes. O vermelho transmite uma imagem fatal; o amarelo, dinamismo; o rosa, fragilidade; o lilás, tranquilidade; e o preto, dramaticidade. Ou seja: dá para controlar a mensagem transmitida.

clareamento (6)Não tão platinado
Além dos loiros, as técnicas de clareamento podem usar outros tons. “Atualmente, pérola, bege e prata fazem sucesso. Uma coloração acinzentada com flashes prateados ou bege fica muito legal”, diz Maria Eucimar. Para peles morenas, Vera recomenda o chocolate e os marrons como regra geral; para branquinhas ou bronzeadas, os tons acobreados, dourados, acinzentados ou castanhos. Quem não tem medo de transgredir pode lançar mão das populares mechas azuis e violeta. São lindas e saem totalmente do tradicional.

Galeria de fotos:

  • clareamento (1)
  • clareamento (2)
  • clareamento (3)
  • clareamento (4)
  • clareamento (5)
  • clareamento (6)

3 Comentários:

  1. Foto: Gladys
    Gladys: 24/04/2011 às 16:48
    interesante materia,excelente nota 10 gracias.
  2. Foto: Jackeline
    Jackeline: 19/04/2011 às 15:32
    interesante
  3. Foto: Jorge
    Jorge: 21/02/2011 às 11:51
    boa matériaa.


Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se