Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 25

ImprimirMarketing pessoal: este é o segredo

Avalie: 12345

O mundo da beleza traz, diariamente, novas técnicas que fazem o profissional se especializar cada vez mais. Mas ele deve aprender, também, a se valorizar e vender seus serviços

Na era globalizada, os profissionais devem ser polivalentes. Acabou o pensamento que com uma tesoura você move o mundo. A profissão exige que haja aperfeiçoamento constante das novas técnicas e produtos que aparecem diariamente no mercado. As clientes estão cada vez mais exigentes, e uma boa forma para vender o seu pacote de habilidades é exercer o marketing pessoal.

O profissional só aprende o marketing personalizado na escola da vida. Muitos que se tornaram cabeleireiros começaram a trabalhar porque alguém da família tinha um salão e, a partir daí, seguiram carreira. Esta é a melhor forma de aprender o valor do ofício, pois sabe-se o quanto ele é disputado e importante.

O marketing pessoal precisa ser aplicado como um todo, não somente no aspecto profissional, pois isso seria estrelismo. A equipe completa, desde a recepcionista até os grandes cabeleireiros devem receber a formação de como realizar o marketing, porque sem esse trabalho conjunto o salão não cresce.

Sempre digo que a melhor marqueteira é a manicure. O cabeleireiro, quando está cortando, se dedica muito àquela função. A cliente fica horas olhando para o espelho, analisando o que o profissional está fazendo, mas não há interatividade. No caso da manicure, a pessoa fica completamente entregue ao serviço, e ambas trocam confidências, ou seja, há um contato direto. Esta é a melhor hora para fazer o marketing do salão, dizendo que determinado profissional é bom e que acabou de realizar um corte maravilhoso com cores modernas, pois isso instiga a cliente a experimentar o serviço, aumentando a rentabilidade.

Geralmente, os profissionais pecam na dosagem do marketing pessoal, uns pelo excesso, pois se julgam gênios, outros pela humildade. Em ambos os casos é preciso lembrar que a cliente sabe quem é bom e quais trabalhos está procurando, por isso, devem saber administrar o ego.

Com mais de 58 anos de profissão, conheci inúmeras pessoas que chegaram ao máximo do estrelato, mas não conseguiram manter a fama e a experiência e acabaram falindo. Quando estavam no auge, selecionaram e recusaram clientes. Uma vez recusada, a cliente não volta nem espera uma data agendada para cortar o cabelo. Quando isso acontece, o profissional teve a oportunidade de prospectar mais clientes, mas acabou perdendo-os.

“Por que perdemos um cliente?”, “Por que somente o vizinho está crescendo?”. Não nos podemos limitar ao atendimento básico, ele deve ser personalizado. O salão não pode esquecer de que hoje a cliente tem acesso a inúmeras informações e sabe escolher.

É fundamental fazer marketing pessoal, mas muitas pessoas não sabem como fazê-lo. Não é se auto-elogiar para as clientes e mostrar o quanto é bom, mas valorizar o trabalho feito.

Pergunto aos profissionais se eles têm feito reuniões com os funcionários para analisar o andamento do salão e questiono se as manicures, recepcionistas e toda equipe é convidada a participar. Muitos dizem que esquecem de chamá-las. Mas é importante lembrar que o marketing pessoal começa na porta do salão, na hora que a cliente entra para ser atendida, e prossegue no momento que ela é recebida para a realização e finalização do corte. As pessoas gostam de receber elogios, e nada melhor do que elogiar alguém para sustentar seu ego, pois a cliente sai satisfeita e torna-se fiel aos serviços. Mas todos do salão devem elogiá-la, esta obrigação não é somente do cabeleireiro.

As reuniões devem ser feitas após o expediente e cada um deve falar o que aconteceu durante aquele período. Essa é uma boa hora para verificar quais foram os erros e os acertos, o prazo que a cliente está vindo e a demora para voltar a utilizar os serviços. Baseando-se no que foi dito, o proprietário precisa montar uma ata, que irá esclarecer tudo o que aconteceu e, conseqüentemente, fazer o salão crescer.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se