Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 37

ImprimirMotivar pessoas: mito ou verdade

Avalie: 12345

Saiba se o treinamento motivacional é realmente eficaz para garantir a satisfação dos funcionários e o sucesso da empresa

Juliano Hoffman ( consultor em desenvolvimento organizacional e de pessoas e ex-professor e supervisor de estágiofoto (2)s em Psicologia Organizacional e do Trabalho na Uniararas)

A partir da década de 1980 – e com mais intensidade nos anos 1990 e 2000 –, motivar pessoas tornou-se um tema de estudo e atenção para empresas e organizações de todos os níveis. O aumento da concorrência e o acesso fácil a recursos, produtos e equipamentos colocaram as companhias em uma “guerra” acirrada pela atenção e pelo dinheiro dos clientes.

Com isso, outro elemento também ocupou um lugar de destaque: o ser humano, que se tornou o grande diferencial frente aos concorrentes. Investimentos em capacitação técnica e competências ganharam peso, absorvendo recursos e atenção das empresas.
Esse mesmo fenômeno foi verificado recentemente nos salões de beleza. Pouco a pouco, cursos, formações específicas e treinamentos ganharam espaço e começaram a fazer parte da rotina dos profissionais do segmento. Ao contrário do que possa parecer, uma pessoa altamente técnica tem pouco a oferecer à empresa se não estiver motivada, comprometida e dedicada às suas tarefas do dia a dia.

Nesse ponto, há um conflito que costumo vivenciar no trabalho com recursos humanos. Frequentemente, clientes ou amigos dizem: “Preciso motivar meu pessoal e estou pensando em realizar um treinamento motivacional”. Essa situação é extremamente delicada, pois não existe treinamento motivacional. O mercado está repleto de empresas, consultores, psicólogos, palestrantes e esportistas que vendem esse tipo de trabalho como a solução para os problemas das empresas.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se