Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 45

ImprimirMúsica para os cabelos

Avalie: 12345

musicais (10)Nos musicais, o corte e o penteado das atrizes respondem por boa parte da sensualidade das coreografias. Veja como esses coadjuvantes deixam as personagens ainda mais marcantes

texto: Eder Garrido | fotos: divulgação

Se existe no cinema um gênero cujos filmes sempre são acompanhados de uma dose extra de beleza, esse gênero é o musical. As produções exploram o glamour e a feminilidade das atrizes, principalmente porque canto e dança são artes que cobram apelo visual, inclusive das madeixas. Aqui, profissionais consagrados avaliam cinco looks atemporais.

musicais (1)Chicago - 2002
Velma Kelly (Catherine Zeta-Jones)
Conceito da personagem: Velma é uma estrela de cabaré acusada de homicídio. Mesmo atrás das grades, ela não perde o ar superior, que cresce ainda mais quando passa a ter como companheira de cela Roxie Hart (Reneé Zellweger), uma fã declarada. Forte, decidida e ambiciosa, Velma tem essas características salientadas pelo corte de cabelo curto que foca a atenção em seu rosto.

Trabalho de mestre: Este corte de cabelo é uma versão do que foi usado nas décadas de 1940 e 1950. Trata-se de uma variação do chanel e, por apresentar franja e linha do queixo marcada, é indicado para mulheres com rosto longo.

Uma face bem desenhada não basta para usar a proposta. É preciso ter atitude e personalidade forte. Se a opção for combinar o visual com uma coloração natural, é possível investir em um make-up forte. No Brasil, o estilo fez sucesso no final de 2010 após ter sido usado na novela Passione pela personagem Melina, interpretada por Mayana Moura.
Jefferson Ribeiro, cabeleireiro do Jacques Janine, unidade Augusta

musicais (4)Dirty Dancing – 1987
Frances Houseman (Jennifer Grey)
Conceito da personagem: Frances traduz o ideal da menina adorável dos anos 1980. Mesmo não sendo alinhado com os conceitos de moda, seu cabelo condizia com os padrões mais desejados no momento, o que lhe dava um ar desencanado. Inocente, mas determinada, seu visual expressa o vigor da adolescência.

Trabalho de mestre: Este corte tem uma simplicidade bucólica. A base é reta, com gradação nas pontas e fios arredondados no rosto. A franja emoldura a face posicionando os cachos sem volume excessivo. É ideal para todos os tipos de cacheados, desde os mais cheios até os mais leves. Como a personagem não era moderninha nem podia parecer como tal, mechas claras e finas foram distribuídas distantes da raiz por todo o cabelo, para iluminar e definir os cachos da parte superior.
Luciana Melo, educadora da Pivot Point no Brasil

musicais (8)Mamma Mia – 2008
Sophie (Amanda Seyfried)
Conceito da personagem: Uma menina apaixonada, às vésperas do casamento e habitante de uma ilha paradisíaca na Grécia. Esta é Sophie, a filha que toda mãe deseja. Seus cabelos loiros, compridos e ondulados, lhe conferem um ar angelical.

Trabalho de mestre: Um visual leve, despojado e jovem. O cabelo se adapta a mulheres que gostam de praticidade e não têm tempo de ir ao cabeleireiro frequentemente para fazer escova. A ideia é lavar os fios, passar leave-in e deixá-los secando ao natural. O efeito desbotado é conquistado com uma base clara submetida a mechas alternadas entre tonalizantes e descolorante, sem raiz marcada. Secos ou molhados, os fios podem receber um upgrade com acessórios.
Giselia Dias, cabeleireira do salão Fios e Arte

musicais (6)Dream Girls – 2002
Lorrell Robinson, Deena Jones e Effie Melody White
(Anika Noni Rose, Beyoncé Knowles e Jennifer Hudson)
Conceito das personagens: O conflito de gênios das três personagens não é suficiente para distanciá-las da proposta central desta produção. Nela, está contida a grandiosidade das artistas negras dos anos 1960, que abusavam de penteados altos, uma maneira eficiente de destacá-las das demais mulheres da época.

Trabalho de mestre: Estes visuais tiveram seu auge na década de 1960. Para sustentá-los, os cabeleireiros lançavam mão de bóbis, secadores de pé, fios eriçados e muito laquê. Usado por Jackie Onassis e Marta Rocha, hoje a proposta é revisitada toda vez que se faz um penteado com topete, que ficou famoso graças ao estilo retrô da cantora Amy Winehouse.

Para sustentar o penteado, o corte tem linhas retas com leveza nas pontas e no rosto, o que evidencia o movimento e o volume. As colorações ora recebiam nuances douradas, ora acobreadas ou avermelhadas.
Brunno Valentim, instrutor de escova da Werner Academia

musicais (7)Hairspray - 2007
Velma Von Tussle (Michelle Pfeiffer)
Conceito da personagem: Lobo em pele de cordeiro. Assim é Velma, uma personagem aparentemente doce e encantadora que esconde um lado calculista e maldoso, sobretudo quando sente a carreira de sua filha ameaçada. O cabelo, perfeito e loiro, afasta qualquer desconfiança.

Trabalho de mestre: Esta caracterização revisita o visual das estrelas de Hollywood e faz referência aos grandes ícones, que usavam cabelos modelados em anéis, para marcar os frisos, e ondas acentuando o movimento e a sensualidade.

O loiro-platinado não foi escolhido por acaso, pois no inconsciente coletivo as loiras eram fatais e desejadas. Os cortes que favorecem a produção são os médios com camadas, para memorizar e emoldurar o trabalho realizado. Há referências à eterna musa Marilyn Monroe.
Felipe Bohm, instrutor de coloração da Werner Academia

Confira também:

Ideias e dicas de penteados para debutantes

Galeria de fotos:

  • Musicais
  • Chicago
  • Chicago - Velma Kelly (Catherine Zeta-Jones
  • Dirty Dance
  • Dirty Dance - Frances Houseman (Jennifer Grey)
  • Mamma Mia!
  • Mamma Mia! - Sophie (Amanda Seyfried)
  • DreamGirls
  • DreamGirls - Lorrell Robinson, Deena Jones e Effie Melody White (Anika Noni Rose, Beyoncé Knowles e Jennifer Hudson)
  • Hairsspray
  • Hairsspray - Velma Von Tussle (Michelle Pfeiffer)

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se