Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 23

ImprimirNeandro Ferreira: Sucesso além das fronteiras

Avalie: 12345

Em sua breve passagem pela cidade de São Paulo, o hairstylist Neandro Ferreira visitou a redação da revista Cabeleireiros.com e revelou os caminhos para a conquista do seu espaço no mundo da coiffure

Profissional diferenciado no mundo beauty, a ousadia e a paixão pelas artes da coiffure caminham de mãos dadas para Neandro Ferreira, profissional que cresce a passos largos na profissão. Formado pela Academia Toni&Guy, o hairstylist passou 18 anos trabalhando em Londres e, há nove meses, decidiu fincar raízes no Brasil abrindo seu próprio salão, o Neandro.com, em Ipanema, no Rio de Janeiro, sua cidade natal. O salão traz o conceito europeu, sem manicures e pedicures, voltado exclusivamente para os cuidados com o cabelo. “A maioria dos salões sofisticados de Londres adotaram este modo de trabalhar. Acredito que a especialização é a melhor forma de proporcionar serviços de qualidade”, afirma o hairstylist que carrega em sua vida, profissional e pessoal, fortes influências da cosmopolita cidade londrina, onde tudo começou.

Londres, a conquista da liberdade

Aos 14 anos, Neandro era um adolescente diferente dos demais. Avesso a praia, ponto de encontro dos jovens de sua idade, ele preferia se divertir colorindo os cabelos e se produzir com adereços góticos. Com seu modo único de viver, infelizmente, foi alvo de preconceitos, gerando a necessidade de encontrar seu lugar no mundo. “Sempre fui o rebelde da família, gostava de quebrar regras e percebi que precisava mudar de vida e ir além do Rio de Janeiro. Queria viajar”, declara.

Em meados da década de 80, quando tinha 18 anos, Neandro fez uma viagem a Londres para estudar inglês. No contexto histórico, o Brasil vivia o fim da ditadura militar. Na Inglaterra, o movimento punk ganhava as ruas londrinas com a tendência dos cabelos desconectados e coloridos. O jovem carioca ficou impressionado. “A identificação com Londres foi imediata, pois sempre gostei de cabelos, roupas e moda em geral”.

O profissional lembra que sempre teve uma ligação muito forte com a arte, seja na música, na pintura, esculturas ou coiffure. A viagem para Londres tornou esta paixão mais próxima de sua realidade. “Nesta cidade você é livre para se expressar. Em todos os lugares vemos arte, até mesmo no andar das pessoas”, exclama o profissional que, na época, não poderia imaginar que seu destino era realmente a cidade britânica, responsável pela mudança radical em seu modo de viver e por tornar possível ser um Top Hairstylist.

A caminho do topo

Filho de militar, Neandro recebeu uma educação muito rígida e não se sentia confortável em expor seu gosto pela arte e moda. O estilo de vida e a liberdade que Londres oferecia foram decisivos para que os seis meses planejados para permanecer na cidade fossem prorrogados. A família que o ajudava com os custos da viagem fez com que o jovem estudante procurasse emprego para se manter, já que se negava a voltar para o Brasil. A oportunidade de ganhar seu próprio dinheiro surgiu em uma das badaladas festas da noite londrina, quando conheceu um cabeleireiro que o indicou para trabalhar em um salão em Nothing Hill Gate, um tradicional bairro de Londres. “O local tinha um estilo super underground e street. Comecei servindo café, lavando cabelo e varrendo o chão. Aprendi muitas coisas por lá”.

Aos 22 anos, o aprendiz de cabeleireiro já desejava se profissionalizar na área. O primeiro passo para tornar realidade este sonho foi fazer uma poupança e investir em um curso na famosa academia de Vidal Sassoon. Tempos depois, mais experiente, decidiu realizar um teste para o salão Toni&Guy. No dia da seleção, Neandro estava tão preocupado com a técnica do corte - sua missão era cortar uma franja perfeita - que não se deu conta que a modelo possuía uma sobrancelha menor que a outra. A distração o desclassificou, adiando o sonho de fazer parte da equipe do badalado salão. “Sempre lembro desta história e aproveito para enfatizar que é muito importante olhar a assimetria do rosto, pois compromete o resultado final”, afirma.

Persistente, após um mês, o profissional participou de uma segunda seleção para o Toni&Guy e foi aprovado. O novo ambiente lhe permitiu aprender um novo estilo de trabalho e, rapidamente, passar de Junior Stylist para Top Hairstylist.

De volta ao Brasil

Em 1997, o profissional decidiu apostar em seu país de origem realizando diversas temporadas de trabalho e não parou mais. A primeira oportunidade foi na Rede Globo, caracterizando as personagens da novela Malhação. “Eu fui o responsável por tirar aquele cabelão do André Marques, que interpretava o Mocotó”, lembra Neandro que, de lá para cá, tem realizado diversos trabalhos para a emissora carioca. Mas uma personagem, o profissional fala com orgulho de ter transformado. “Mudei totalmente a atriz Mariana Ximenes para viver a Raíssa, na novela América. Eu tive total liberdade para criar”. Hoje, o salão de Neandro, possui contrato com a Rede Globo, aonde ele e sua equipe são responsáveis por caracterizar as personagens do núcleo de teledramaturgia.

Além de trabalhos na TV, o hairstylist lança, periodicamente, tendências de moda hair. A experiência na equipe do Toni&Guy, foi essencial quando lançou sua primeira coleção inspirada na Pop Art, assim que voltou ao Brasil. Mas Londres ainda faz parte de seu roteiro profissional. De três em três meses, Neandro retorna à cidade Britânica para trabalhar no Centro Educacional da Mahogany, recebendo grupos de brasileiros que procuram a academia para se profissionalizar ou se aperfeiçoar.

Apesar de ter passado a maior parte de sua vida em Londres, ele se sente em casa no Brasil, mesmo tendo enfrentado algumas decepções. “A profissão de cabeleireiro não é reconhecida aqui. Acredito que houve grandes progressos, mas ainda é preciso muita mudança”.

Conhecido como um dos precursores da moda de desalinhar os cabelos foi difícil para o hairstylist se acostumar a este e outros rótulos. “Insistem em dizer que só sei fazer cabelos modernos. As pessoas não entendem que qualquer estilo contemporâneo deve ter uma base clássica”.

Mas nem só de cabelos vive o profissional. Freqüentador assíduo das noites londrinas, com muita música eletrônica, Neandro organiza algumas festas no Dama de Ferro, casa noturna localizada em Ipanema. O evento traz dj´s e muita música de... Londres, claro! “Conheci muita gente nestas festas, como Thierry Mugler, Jean Paul Gaultier, Bjork”, conta o cabeleireiro mostrando um divertido álbum de fotos da época que morava na Inglaterra.

Neandro é arte, moda, música e talento. Apesar da intensa rotina profissional, ele faz planos para dar continuidade à bem-sucedida trajetória. “Pretendo fortalecer a marca do meu salão no Rio de Janeiro e construir um centro educacional. Um bom profissional deve ter capacidade de descobrir a beleza que cada mulher carrega consigo”, concluiu. Sábias palavras.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se