Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 49

ImprimirO rei dos pontos de vista

Avalie: 12345

curvex (3)Além de dar um up nos cílios, o curvex promove uma transformação no olhar e na maquiagem. Esses são apenas alguns motivos para você não deixá-lo, literalmente, longe dos olhos

texto: Eder Garrido | fotos: divulgação

Mostre um curvex para um leigo em make-up e pergunte o que ele vê. A resposta pode variar entre o simples: “Não sei” até: “Esse instrumento serve para a remoção de olhos”. Faça o mesmo com uma mulher ou com um maquiador e você ouvirá: “Isso é um milagre!” ou “É parte do meu kit de necessidades básicas”.

Elaborado para aumentar a curvatura dos cílios ou levantá-los, o curvex é indispensável para quem busca um olhar sexy. E só quem o usa sabe a diferença que faz na produção. Marcos Costa, maquiador da Natura, é enfático ao definir o papel do acessório: “Sabe aqueles cílios que parecem de ‘cachorrinho’? Não há máscara no mundo que os levante. Nessas horas, só o curvador dá jeito!”

No mercado, estão disponíveis diversos modelos. Como não existem diferenças entre os profissionais e os domésticos, a preferência vem com o tempo. Por isso, é ideal que o maquiador possua um exemplar de cada aparelho, incluindo aqueles utilizados somente nos cantos externos dos olhos.

curvex (2)Até as maquiagens mais simples podem receber o curvex, ainda que não haja um posterior uso da máscara. Aliás, a relação entre a máscara para cílios e o curvador é bem estreita, e há quem não saiba quando usar um e o outro. Anderson Bueno, vencedor do Concurso Conexão Beauty Art 2010, da Avon, prefere utilizar o curvador antes da máscara, para evitar o acúmulo de resíduos. Os profissionais recomendam aplicá-lo, contar até vinte e soltar, repetindo o procedimento próximo à raiz, nos cantos externos.

Vale ressaltar que nem toda mulher pode usar o curvador. “Caso esteja com deficiência de vitaminas no organismo, a queda dos cílios pode acontecer, por isso é melhor deixar o aparelho de lado”, explica Natália Antunes, maquiadora da Lumi Cosméticos. Outra restrição fica por conta de quem fez alongamento ciliar ou está com cílios postiços. Como tais técnicas proporcionam o efeito desejado, o uso do produto pode acarretar danos.

Katie HolmesSe a cliente tem aquela aflição de encostar o aparelho nos olhos, cada maquiador possui seu truque. O de Natália é dobrar os cílios com uma colher, aguardar meio minuto e repetir o processo antes de aplicar a máscara. Ela também sugere o popular permanente de cílios. Já Anderson recomenda as máscaras curvadoras, e Marcos aconselha a prática até perder o “medo”.

Por último, cuidado com a limpeza: usou o curvex, higienize-o. A sugestão de Anderson é lavá-lo com sabonete líquido facial ou limpá-lo com lenços umedecidos, retirando a umidade. Já a borracha não apresenta um período de vida útil exato, podendo variar de três a seis meses, de acordo com a frequência de uso. A hora certa de trocá-la é quando o efeito não está mais sendo visto. Se estiver gasta, deve ser substituída o mais rápido possível.

A preferência dos profissionais
Marcos:
é fã dos curvex feitos de metal e de plástico.
Anderson: gosta dos modelos japoneses, com um leve aquecimento.
Natália: também prefere o de metal, por ser mais firme e deixar uma curvatura bonita.

Confira também:

Dicas sobre base inteligente

Galeria de fotos:

  • Katie Holmes
  • Natalie Portma
  • Kate Hudson

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se