Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 37

ImprimirO vanguardismo de Eliabe Moreira

Avalie: 12345

Reconhecido por sua técnica e estilo, o hairstylist brasileiro conta que seu talento vem de família

texto: Geiza Martins | fotos: Arnaldo Bento e divulgação

foto (3)Crescer em uma família cujos principais assuntos são corte, penteado e estilização de cabelos fez a diferença na carreira do hairstylist Eliabe Moreira. Quem já viu o profissional ministrando cursos ou presenciou seus shows pelo mundo percebe que a calma, a tranquilidade e a técnica são resultados de muita bagagem pessoal e profissional. E é por isso que, hoje, ele acumula as funções de diretor artístico da Alfaparf, instrutor da Mahogany e coordenador da Academia Alfaparf Milano/Mahogany no Brasil.
foto (2)
Sua história na coiffure começou cedo. Nascido em Campo Grande (MS), Eliabe passava seu tempo livre observando a mãe fazer canecalons e alisamentos em cabelos afros. Durante o dia, ele talhava esculturas de madeira e as vendia na cidade para ajudar no rendimento familiar. Ainda na adolescência, Eliabe decidiu assumir o DNA de cabeleireiro e passou a ajudar a mãe a produzir as extensões de cabelos durante a noite.
Ao mostrar precocemente seu talento – tinha apenas 14 anos – a família tentou matriculá-lo no curso profissionalizante do Senac. “Minha mãe precisou intervir para eu ser aceito na escola, pois era muito novo”, relembra. Aquele foi o primeiro de inúmeros cursos dos quais foi aluno, uma vez que a formação e o aperfeiçoamento sempre foram prioridades para ele. Aos 22 anos, já havia participado de 52.

Aos 17 anos, ele se foto (1)mudou para Rondônia, para participar de um concorrido processo seletivo para trabalhar em um badaladíssimo salão de beleza. “Meu currículo era bom e minha mãe tinha um trabalho de vanguarda. Foram duas semanas até que me deixassem trabalhar.” Precoce também na visão de empresário, dois anos depois sentiu o desejo de ter seu próprio negócio, pois discordava da visão de seus chefes. “Via neles uma resistência em se atualizar”, justifica. Em novembro de 1988, ele havia se tornado concorrente dos antigos patrões.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se