Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 13

ImprimirProfissão que soma técnica, carisma e humildade

Avalie: 12345

Extroversão, simpatia, talento, disponibilidade para trabalhar, ensinar e aprender são alguns dos pré-requisitos que valorizam e fortalecem o profissional cabeleireiro. Desta vez, o mestre Osvaldo Alcantara destaca os perigos que uma atitude impensada pode acarretar.

Com certeza, todo profissional tem um lugar garantido no segmento. Afinal, todos querem vencer e obter reconhecimento em nossa área. No entanto, muitos ainda são prisioneiros de um estilo, de uma técnica e de outros fatores. Aí esquecem o principal: exercer sua criatividade. Sem dúvida, é imprescindível ter um ótimo conhecimento e estar sempre atualizado e se reciclando. Mas não se pode esquecer que o diferencial de um profissional é a arte de criar. Por quê? É a criatividade do profissional que o faz único e mostra que para cada estilo e talento há um lugar reservado.

Por isso, para cada perfil de cliente existe um profissional para atender às suas exigências. E sendo a beleza algo que contribui para o bem-estar e auto-estima das pessoas, cabe aqui alertar os profissionais da área para exercerem a profissão com a responsabilidade de tornar as pessoas mais felizes.

Um dos maiores problemas da profissão começa quando o aluno passa a ser meio cabeleireiro, aprende com as pessoas que trabalham com ele e finalmente se torna um profissional. É nesta transição que saberemos o nível que este profissional irá atingir. Acredito que o mais importante não é ele se tornar um médio ou grande profissional na arte de pentear, cortar e colorir, mas sim na parte interna, ou seja, na forma como ele vai se adequar a esta transição.

Alguns irão se julgar totalmente aptos, tanto que não precisam de mais ninguém para orientar, ensinar. Pensam que são iluminados e que não existe ninguém igual a eles. Tanto, que os colegas acabam sendo esquecidos. Não conversam com ex-colegas nem para demonstrar que cresceram profissionalmente. Enfim, esquecem de todos aqueles que os ajudaram.

Amigo, infelizmente este é um problema de muitos profissionais, que pensam que o mundo gira em torno deles. No salão onde trabalha, ou é dono, não costuma conversar com ninguém, e não faz amizade nem com suas clientes. Responde sempre com monossílabos, como se fosse o intocável. Isto é um perigo! Pois, por mais que ele tenha crescido profissionalmente não se torna reconhecido, já que as pessoas à sua volta o tratam com muita reserva. Não existe interação entre ele e os que o cercam, inclusive seus parentes.

Preste atenção para não correr este risco: o melhor conselheiro de qualquer pessoa chama-se travesseiro. Aliás, o único pelo qual este profissional ainda tem amizade e que irá mostrar muitas verdades a ele. É onde começa o lado mais perigoso da história. Esse tipo de profissional começa a se sentir discriminado achando que o mundo está contra ele. Porém, se ele conseguir admitir os erros, sabendo que a sensação de insatisfação interna é resultado de suas relações nem tudo está perdido. Ele terá a chance de voltar a ser uma pessoa normal e crescer de verdade na profissão. Além disso, enxergará o mundo com outras cores e deixará de ser amargo, egocêntrico, pensando apenas que ele é o melhor.

Como é gostoso encontrar com grandes profissionais, alegres, dispostos e de bem com a vida, e sempre atendendo bem a todos. Por isso, muitas empresas estão investindo no marketing pessoal. Afinal, treinar alguém significa desenvolver sua capacidade. E se o profissional não souber o que fazer para atender às exigências do cliente, o resultado é a perda deste. E isto, nenhum profissional deseja. Portanto, se empenhe ao máximo! Principalmente no aperfeiçoamento diário e na busca de informações com grandes mestres.

Não esqueça que, de tudo que vamos vender devemos saber sua história. Temos que conhecer a história daquilo que vendemos. Cabeleireiro tem que vender a sua história e a história de seu trabalho. Sem esquecer que o cabeleireiro é um formador de opinião, que vende beleza, parte técnica e artística, fraternidade e o mais importante: respeito e amor ao próximo.

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se