Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 41

ImprimirQueratina vegetal: uma nova tendência

Avalie: 12345

queratina (1)Com a onda da responsabilidade social, o mercado cosmético achou um substituto à altura da queratina de origem animal

Texto: Margareth Cerqueira (química)

De tempos em tempos, aparecem determinadas linhas de conduta e pensamento que mexem com o mercado cosmético. Algumas se perdem no caminho e outras passam a fazer parte do cotidiano das pessoas e das empresas, que as incorporam como missão ou objetivo. Assim aconteceu com as tendências vegan e de sustentabilidade, que se tornaram diferenciais de marcas e produtos.

Cada vez mais as empresas cosméticas investem em pesquisas a fim de descobrir alternativas menos
(ou nada) agressivas para o meio ambiente e para os animais que são sacrificados em testes. Esse comportamento está dominando o planeta, e os consumidores estão atentos a ele.

Na Cosmoprof 2010, que aconteceu em Bolonha de 16 a 19 de abril, um pavilhão inteiro foi destinado a produtos vegetais e orgânicos, e as empresas japonesas tiveram um grande destaque em embalagens biodegradáveis. No Brasil, poucas companhias descobriram ou se dispuseram a investir nessa alternativa. Mas algumas saíram na frente e desenvolveram a queratina vegetal, um substituto à altura para a queratina animal que é extraída das penas de aves.

A queratina é uma proteína que compõe a epiderme e a fibra capilar. Ela é composta por 18 aminoácidos sintetizados pelas células epidermais e tem as funções de proteger e fortalecer a região. Como a queratina é saudável não só para os cabelos, mas para as unhas e a pele, é possível imaginar o número de produtos que se beneficiariam com a nova versão dessa substância.

Galeria de fotos:

  • queratina (1)
  • queratina (2)

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se