Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 11

ImprimirRevenda - Lucro Garantido

Avalie: 12345

A revenda de produtos em salões de beleza representa uma realidade na obtenção de lucro, além de ser um forte diferencial na oferta de serviços.

O tema desta edição está focado no famoso ¨PRODUTO DE REVENDA¨. São diversas as atribuições de um salão de beleza moderno. Se antes a única preocupação dos cabeleireiros, à frente do salão, era promover um excelente corte e contribuir com o seu conhecimento para que esse desempenho se tornasse rentável e lucrativo, hoje a diversificação de seus serviços aumentou.

Um dos diferenciais mais importantes, que contribui para determinar o sucesso de um salão de beleza, é a capacidade de revender produtos em suas dependências. Para os representantes das grandes marcas de cosméticos profissionais do país, este é o caminho da consolidação dos empreendimentos de corte e tratamento de cabelos e o início de uma nova era para o setor no Brasil, onde a qualidade técnica, habilidade e o conhecimento do profissional cabeleireiro estarão associados a um novo conceito de comercialização de produtos. A revenda de produtos em salões de beleza já é uma realidade no exterior e aqui vemos grandes avanços nesta direção, transformando os salões em grandes vendedores. Tudo começou com uma grande sacada de algum fabricante de cosméticos ao associar quem melhor aplica um produto à venda do mesmo, sem que para isso fosse necessário mudar de ambiente.

AFINAL, O QUE É REVENDA?

Revender é o profissional cabeleireiro indicar à seu cliente os produtos que ele deve usar e como usar. A revenda proporciona um aumento de até 20% sobre o faturamento dos salões.

Vários fatores contribuem para o êxito das revendas em salões. Neste artigo menciono algumas medidas indispensáveis, que vejo como determinantes para os salões que quiserem adotar a revenda:

RESULTADOS

A satisfação do cliente. Procurar satisfazer o cliente, a qualquer custo. Não apenas lembrando o que o salão tem a oferecer, pois isso ele pode ver exposto na vitrine, mas oferecer o que ele precisa.

CAPACIDADE DE ATRAIR E RETER CLIENTES

Buscar novos clientes para o salão de beleza é hoje um dos maiores desafios para os profissionais, sejam eles de vendas ou não. Mantê-los então, nem se fala. A sua capacidade de atrair e manter os clientes é boa? Faz uso do telefone, mala direta ou e-mail, para manter o cliente informado sobre os lançamentos e promoções de produtos? Busca indicar o produto certo para determinado tipo de cabelo? Dependendo de suas respostas você saberá se o nível de capacidade do seu salão está bom ou não!

APERFEIÇOAR A COMUNICAÇÃO

Às vezes, o salão de beleza revende um produto e não informa ao cabeleireiro. Como ele pode saber então que existe um novo produto para indicar ou oferecer para a cliente? Mantenha sempre um canal aberto de comunicação com o profissional e a cliente.

PARCERIAS COM OS FORNECEDORES

A maioria dos fornecedores possui um centro técnico, que oferece cursos ou a visita de um profissional, para treinar a equipe de cabeleireiros e promover a divulgação dos produtos que serão indicados para as clientes.

COMISSÕES SOBRE AS VENDAS

Tem salão de beleza reclamando que não vende, mas também não dá um centavo de comissão aos funcionários. Podemos estipular duas metas: uma individual e outra coletiva. Se o salão alcançar a meta desejada, deve pagar um bônus aos profissionais. E, sobre tudo o que for vendido individualmente pagar uma comissão, geralmente de 5% a 10% do valor da venda.

VISUAL MODERNO E ARROJADO

Não é necessariamente obrigatório reformar o salão para revender produtos, mas em determinados casos o problema é que o salão não tem atrativos visuais que justifiquem a presença do cliente. A visualização dos produtos é o meio mais eficaz para aumentar as vendas. Recepção, bancadas e lavatórios devem ser considerados os pontos estratégicos para o aumento de vendas.

ÁREA DE VENDA

Ilumine os produtos, mantenha o espaço sempre limpo e organizado, e facilite o acesso aos produtos para agilizar as vendas.

Para finalizar, contabilize tudo o que entra e o que sai. De preferência em um caixa separado de seu caixa de serviços, senão você vai acabar se confundindo e achando que o salão não vende, ou pior, fica sem saber onde está o dinheiro para pagar as duplicatas. Seja sensato e racional, pois muitos salões cumprem muito bem as tarefas de venda e perdem dinheiro na hora de contabilizá-lo.

Um grande abraço e que Deus abençoe a todos...

1 Comentário:

  1. Foto: Tatyana
    Tatyana: 19/05/2010 às 17:21
    Olá e quanto a produtos de revista também é legal revender produtos assim como por exemplo:natura ou avon .....
    Obrigada!


Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se