Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 27

ImprimirTecnologia a serviço da beleza

Avalie: 12345

Débora F. Figueiredo (gerente de marketing)Os investimentos em técnicas, produtos e equipamentos para o mercado hair aumentaram consideravelmente na última década. Confira o que esse progresso pode fazer por você e por seus clientes

Débora F. Figueiredo (gerente de marketing) e Silvana Fernandes (cabeleireira técnica)

Hoje, a área da beleza vive um momento de evolução tecnológica, já que as multinacionais estão investindo muito no segmento. As novas tecnologias agregam valor aos produtos, trazendo benefícios aos cabeleireiros; pois, além de reduzir o tempo de diversos tratamentos, os equipamentos vão além de suas funções básicas, como secar e alisar. Eles também tratam os cabelos. Conheça tecnologias que realmente fazem a diferença:

Íons positivos

Os íons positivos abrem as cutículas dos fios naturalmente, preparando-os para receber tratamentos como reconstrução capilar, coloração e hidratação. Eles devem ser aplicados nas madeixas, secas ou molhadas, antes da química, porque potencializam a ação dos cosméticos. As cutículas ficam totalmente abertas e absorvem melhor os produtos, melhorando o resultado do tratamento. Atualmente, os íons positivos são aplicados somente por meio de secadores. Antes, estes efeitos só eram conseguidos com produtos químicos.

Íons negativos

Os íons negativos são utilizados para finalizar o trabalho realizado pelo cabeleireiro. Eles neutralizam a eletricidade estática e selam as cutículas dos fios, assegurando maciez e brilho. Eles podem ser encontrados em secadores, chapas e modeladores. Os secadores que possuem essa tecnologia diminuem de quatro a seis vezes uma gota de água, facilitando sua penetração nos cabelos e deixando-os mais hidratados e sedosos.

Muitos cabeleireiros não acreditam que esta tecnologia, presente em diversos modelos de muitas marcas, proporcione brilho mais intenso aos cabelos. É importante salientar que muitos produtos não emitem uma quantidade suficiente de íons para que o efeito seja percebido. Algumas marcas usam indevidamente este apelo sem possuir um gerador de íons no aparelho. Assim, o profissional deve ler atentamente a embalagem e/ou o manual para verificar se consta um gerador de íons na sua composição. Muitos que fazem uso da palavra “íon”, “ionic” ou “ionix” no nome não possuem esta tecnologia.

Turmalina

A turmalina é um mineral que, quando aquecido, emite íons negativos, que deixam os cabelos mais brilhantes. Esta tecnologia já está difundida mundialmente e pode ser encontrada em diversos secadores, chapas e modeladores. Mas o que ela faz efetivamente? A turmalina emite íons em uma quantidade menor do que um gerador de íons, porém garante um
resultado melhor do que o de um produto sem esta tecnologia. Existem alguns aparelhos que utilizam a turmalina com um gerador de íons, pois ela potencializa a ação dos íons negativos. As chapas com turmalina dão aos cabelos excelente acabamento e brilho. Para esta tecnologia, também vale o alerta: se realmente houver turmalina no produto, ela deve estar descrita em sua composição.

Nanotecnologia de titânio (Nanox Clean)

Nanotecnologia é o desenvolvimento de novos materiais a partir de átomos e moléculas que possuem propriedades especiais e por isso garantem melhor desempenho aos produtos com esta tecnologia. A nanotecnologia de titânio tem poder bactericida e, ao ser aplicada em secadores e chapas, reduz as bactérias e fungos presentes no ar que é emitido pelo secador, tornando-o mais puro e saudável. O resultado é uma secagem higiênica e cabelos mais limpos, já que essa tecnologia é também bacteriostática, ou seja, evita a proliferação de bactérias.

Existem muitos produtos no mercado com o apelo “titanium” ou “nano + alguma coisa”. É importante o profissional se ater mais uma vez à estrutura e à composição do equipamento, pois o titânio, isoladamente, não oferece os benefícios citados. Além disso, muitas vezes a palavra “nano” é usada apenas no nome.

Cerâmica

É uma tecnologia presente em chapas, secadores e modeladores. Existe no mercado uma grande confusão em relação aos benefícios dos produtos que a possuem, já que a cerâmica pode ser o revestimento do produto ou o aquecimento. A cerâmica é um mineral que, aquecido, emite raios infravermelhos. Quando aplicada nos secadores, proporciona uma secagem rápida e natural e de dentro para fora, garantindo brilho.

A maioria das chapas possui aquecimento – e não revestimento cerâmico. Porém, muitas vezes, o profissional não sabe quais são os benefícios de ambos. Confira:

– Revestimento cerâmico: protege os fios do contato direto com a chapa de alumínio, o que facilita o deslizamento, sela as cutículas e garante melhor acabamento. O revestimento cerâmico também é aplicado a modeladores, porque dá brilho. Outro benefício é a diminuição da eletricidade estática dos fios. Isso proporciona mais maciez e brilho.

– Aquecimento cerâmico: garante que a temperatura da chapa não oscile e torna automaticamente bivolt a chapa

Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se