Matéria da Revista Cabeleireiros.com - Edição 22

ImprimirUse e abuse do leave-in

Avalie: 12345

A solução para os cabelos que sofrem com as agressões naturais do meio ambiente podem ser encontradas nos cremes capilares sem enxágüe, desenvolvidos para proteger e revitalizar os fios

Texto: Concepción C. Tonin (Engenheira Química)

Verão e calor: uma mistura que nos leva à praia, às piscinas, aos esportes e ao ar livre. Os raios ultravioleta incidem sobre a pele e sobre os cabelos, gerando radicais livres que promovem reações destrutivas em cadeia e aceleram o processo de envelhecimento.

A pele fica mais opaca, espessa e sem viço; as manchas e as linhas de expressão acentuam-se. Os cabelos ficam desbotados, sem brilho e frágeis, por isso, é tão importante a proteção solar para retardar o processo de envelhecimento.

A fibra capilar sofre erosão intensiva de suas cutículas, que são alinhadas como as escamas de um peixe, proporcionando brilho e sedosidade aos fios. Elas também impermeabilizam o fio, deixando-os menos suscetíveis ao meio ambiente e permitindo mais resistência, elasticidade e flexibilidade. À medida que o cabelo cresce, as cutículas se danificam, e o fio fica mais fino e poroso.

A perda das cutículas protetoras não ocorre de forma uniforme e gradativa. O ato diário de pentear, escovar ou manusear os fios acelera esse percurso. Naturalmente, o processo de erosão é maior quando o fio estiver mais afastado do couro cabeludo. Nas pontas dos fios e nas curvaturas acentuadas dos cachos, esse processo é mais intenso, pois ficam expostos diretamente ao sol.

As cutículas estão dispostas sobre a fibra capilar, como as telhas de uma casa, sobrepostas e bem encaixadas, de modo a impedir que nada saia e, ao mesmo tempo, nada entre. Assim, quanto mais saudável for o cabelo, menos ativos de tratamento ele retém, graças à sua “impermeabilidade”. Quanto mais poroso, mais ativos de tratamento é capaz de reter, podendo, inclusive, ficar com aparência pesada e sem flexibilidade.

Os produtos químicos aplicados nos cabelos com processos de relaxamento, alisamento, escova progressiva, coloração e descoloração aceleram o processo de erosão cuticular. O formol, por sua vez, “vitrifica” os fios. É um produto que causa impacto visual e destruição estrutural significativa. Após algumas aplicações, os cabelos ficam cada vez mais finos, frágeis e quebradiços.

Os cremes capilares sem enxágüe foram desenvolvidos para proteger, hidratar e revitalizar os cabelos. Os ativos que estão contidos nesses produtos são capazes de reparar a fibra capilar, reduzindo a porosidade e formando um filme protetor.

O leave-in é um produto para ser aplicado generosamente e diariamente sobre os fios. Ele contém ativos que mantêm a fibra hidratada, emoliente e protegida, traduzindo-se em cabelos mais saudáveis, brilhosos e resistentes.

O fio deixa de receber nutrientes assim que sai da raiz. Os cabelos lisos ainda recebem a lubrificação proveniente da raiz, que mantém hidratação, maciez e brilho natural. Já os cabelos cacheados têm mais dificuldade de receber o sebo que fica retido nas primeiras curvas dos cachos.

Use e abuse do leave-in, principalmente nas pontas e na parte superior da cabeleira. Proteja-se do sol distribuindo porções generosas sobre toda a cabeça. Nos dias mais secos, de inverno, hidrate os fios com o creme hidratante capilar até duas vezes ao dia.

Se o cabelo ficar com aparência pesada, procure fórmulas mais leves e adequadas ao seu tipo. Sempre inicie a aplicação pelas pontas e distribua delicadamente o creme sobre os fios levemente umedecidos. Deixe secar naturalmente ou escove e pranche como de costume. Vale a pena conferir!!!


Deixe um comentário:



Buscar

Notícias

Newsletter

Assine e receba as novidades da revista em primeira mão.



Publicidade


Revista Cabeleireiros.com

Login Cadastre-se